Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2797
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRodrigues, Rui Martinho-
dc.contributor.authorRocha, Heloisa de Paula Pessoa-
dc.date.accessioned2012-06-21T13:52:56Z-
dc.date.available2012-06-21T13:52:56Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.citationRocha, K. P.P. ; Rodrigues, R. M. (2011)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2797-
dc.descriptionROCHA, Heloisa de Paula Pessoa. Política de cotas para ingresso das pessoas com deficiência nas universidades públicas e sua consonância com os preceitos da Carta Magna. 2011. 86 f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Fortaleza-CE, 2011.pt_BR
dc.description.abstractThis study investigates the consonance between the system of quotes for the inclusion of the people with disabilities in the federal public universities and the Charta Magnum of 1988. The public polices have to obey to the elements of legitimation given by the public interest and others constitutional rules, since Brazil belongs to a democratic order. In fact, it is necessary to verify the conjecture of the political and juridical legitimation to confer the nature of positive discrimination to this kind of program.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherhttp://www.teses.ufc.pt_BR
dc.subjectCotaspt_BR
dc.subjectPessoas com Deficiênciapt_BR
dc.subjectInclusão Educacionalpt_BR
dc.subjectConstituição Federalpt_BR
dc.subjectQuotespt_BR
dc.subjectDisabledpt_BR
dc.subjectUniversitypt_BR
dc.subjectFederal Constitutionpt_BR
dc.subjectEnsino superiorpt_BR
dc.subjectIgualdade na educaçãopt_BR
dc.subjectDeficientespt_BR
dc.titlePolítica de cotas para ingresso das pessoas com deficiência nas universidades públicas e sua consonância com os preceitos da Carta Magnapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA inclusão social das pessoas com deficiência vem fomentando inúmeras ações afirmativas, em geral por meio da instituição de cotas, tal qual a proposta, formalizada em projeto de lei, que permita o ingresso diferenciado desses indivíduos nas universidades públicas federais. O implemento de políticas públicas, no entanto, deve obedecer a critérios de legitimação conforme o interesse público e demais preceitos constitucionais. A observância aos dispositivos da Constituição Federal é corolário da ordem democrática, na qual o Brasil se constitui. A hipossuficiência das pessoas com deficiência é alegada para invocar-se o princípio da isonomia e justificar as medidas de desequiparação. Porém, somente a verificação dos pressupostos de legitimação jurídico-política irá conferir a natureza de discriminação positiva ao programa de ingresso diferenciado no ensino superior. O estudo, com base em pesquisa bibliográfica e documental, tem como objetivo averiguar se tal política encontra-se amparada e legitimada pelos dispositivos constitucionais de nosso ordenamento jurídico.pt_BR
dc.title.enQuotas for admission policies of people with disabilities in public universities and their harmony with the precepts of the constitutionpt_BR
Appears in Collections:POLEDUC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dis_HPPRocha.pdf351,42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.