Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27525
Title in Portuguese: Resiliência em mulheres cuidadoras de crianças com paralisia cerebral
Title: Resilience in women carers of children with cerebral palsy
Author: Lemos, Bruna Camila Mesquita
Advisor(s): Amaral, João Joaquim Freitas do
Keywords: Resiliência Psicológica
Mulheres
Paralisia Cerebral
Pesquisa Qualitativa
Issue Date: 24-Aug-2015
Citation: LEMOS, B.C.M. Resiliência em mulheres cuidadoras de crianças com paralisia cerebral. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: A resiliência é um fenômeno complexo que se instala de modo gradual e cumulativo desde as primeiras etapas do desenvolvimento, estando profundamente influenciado pelas características pessoais do ser humano em desenvolvimento, de sua família, do ambiente no qual estão inseridos, e pela condição das influências mútuas estabelecidas. Este estudo teve como objetivo compreender a maneira como mulheres cuidadoras de crianças com paralisia cerebral desenvolvem a resiliência. Realizou-se uma pesquisa com enfoque qualitativo, haja vista a natureza do objeto de estudo, que é compreender como mulheres cuidadoras de crianças com paralisia cerebral desenvolvem a resiliência sob o referencial da Hermenêutica dialética como método. As participantes do estudo foram dezesseis mulheres adultas, mães das crianças com paralisia cerebral, acompanhadas em uma instituição de saúde, no Município de Fortaleza-CE. A coleta de dados foi realizada sob a técnica de entrevista semiestruturada. Procedeu-se à análise de dados à luz da Hermenêutica dialética. Os resultados apontam que a circunstância de ser resiliente é iniciada quando estas mães, mediante o impacto do diagnóstico de paralisia cerebral, desenvolvem a capacidade de ressignificação da adversidade que lhes foram apresentadas. Conclui-se neste trabalho, que esse potencial denominado de resiliência está atrelado à busca de essas mulheres irem além do desenvolvimento das necessidades básicas para sobrevivência delas e destes filhos. Elas conseguem, em meio à dor do diagnóstico do filho com paralisia cerebral, se perder no primeiro contato, mas logo em seguida se sensibilizam em sentir e perceber o mundo. Com suas sensações e percepções perante o novo mundo, há um despertar para ouvir e repetir apenas o que lhes acrescenta significativamente, quer seja dentro ou fora das experiências familiares, ensejando, assim, um futuro cheio de expectativas e desejos de superação.
Abstract: The resilience is a complex phenomenon that develops gradually and cumulatively since the early stages of development and it’s deeply influenced by the personal characteristics of the human being in development, his family, the environment in which they live and the condition of mutual influences established. This study aimed to understand how women caregivers of children with cerebral palsy develop resilience. We conducted this research by a qualitative approach, given the nature of the subject matter, which is to understand how women caregivers of children with cerebral paralysis develop the resilience under the framework of Hermeneutics dialectical as a method. The participants of this study were sixteen adult women, mothers of children with cerebral paralysis, accompanied by a health institution in the city of Fortaleza-CE. The data’s collection was carried out in the semi-structured interview technique. Proceeded to the analysis of the data in the light of dialectical hermeneutics. The results show that the condition of being resilient is initiated when these mothers by the impact of the diagnosis of cerebral paralysis, develop reframing capacity of adversity that were presented to them. We conclude this work, that this potential is called resilience atreside in search of these women go beyond the development of the basic needs for their survival and these children. They can, through the pain of their son's diagnosis with cerebral paralysis, get lost on first contact, but then they are touched in feeling and perceiving the world. With their sensations and perceptions to the new world, there is an awakening to listen and repeat only what adds them significantly, whether inside or outside the family experiences, entailing thus a future full of expectations and overcoming desires.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27525
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_bcmlemos.pdf828,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.