Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27063
Title in Portuguese: Governança corporativa e disclosure socio-ambiental nas companhias listadas na BM&BOVESPA.
Title: Corporate governance and socio-environmental disclosure in the companies listed on the BM & BOVESPA.
Author: Rêgo, Breno Penha
Advisor(s): Vasconcelos, Alessandra Carvalho de
Keywords: Governança corporativa
Responsabilidade social da empresa
Divulgação de informações contábeis - Brasil
Issue Date: 2017
Citation: RÊGO, Breno Penha. Governança corporativa e disclosure socioambiental nas companhias listadas na BM&FBOVESPA. 2017. 123 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2017.
Abstract in Portuguese: Com a evolução da governança corporativa no Brasil, tem crescido a preocupação das organizações em relação aos seus stakeholders, sobretudo no tocante a divulgação de informações de caráter socioambiental. A teoria da agência e a teoria da legitimidade tentam explicar esse fenômeno, seja pela abordagem da redução do conflito de agência e assimetria informacional, seja pela abordagem da busca por legitimação da atuação das empresas perante a sociedade. Diante disso, o presente estudo tem o objetivo de analisar a influência da estrutura de governança corporativa no disclosure socioambiental das companhias abertas brasileiras. Para tanto, considera-se que a governança corporativa exerce influência no disclosure das empresas de capital aberto brasileiras (hipótese geral da pesquisa). Trata-se de uma pesquisa descritiva, de natureza predominantemente quantitativa, utilizando-se o procedimento documental, no qual foi aplicada estatística descritiva e inferencial. A amostra do estudo reúne 111 empresas, contempladas por 99 relatórios de sustentabilidade, divulgados em 2015, com informações referentes ao ano de 2014. As principais fontes de dados das companhias abertas pesquisadas foram os relatórios de sustentabilidade e relatórios anuais, os formulários de referência e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP’s) do exercício findo em 31/12/2014, além da carteira teórica do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). As variáveis da pesquisa contemplaram a estrutura de governança das empresas, envolvendo tamanho do conselho de administração, número de conselheiros independentes no conselho de administração, presença de comitê de auditoria, presença de comitê de sustentabilidade e empresa de auditoria independente, bem como algumas características institucionais, no caso presença no ISE da BM&FBovespa, tamanho da empresa, idade da empresa e setor de atividade da empresa. Os resultados da pesquisa indicam que a forma de apresentação das informações socioambientais, seja por meio de relatório específico de sustentabilidade ou dos relatórios anuais, não apresentam diferenciação em termos de qualidade das informações divulgadas. Conclui-se que, de forma geral, a estrutura de governança corporativa não foi capaz de influenciar o nível de disclosure socioambiental das empresas pesquisadas. Entretanto, das variáveis analisadas, cabe destacar que somente a proporção de conselheiros independentes e a presença no ISE apresentaram resultados estatisticamente significantes quanto à influência no nível de disclosure socioambiental das empresas. Dessa forma, os resultados ratificam alguns estudos nacionais que sinalizam que a relação entre governança corporativa e disclosure socioambiental parece ser mais evidente em termos internacionais do que no ambiente de governança brasileiro.
Abstract: With the evolution of corporate governance in Brazil, the organizations' concern with their stakeholders has grown, especially about the dissemination of socio-environmental information. The agency theory and the legitimacy theory try to explain this phenomenon, either by the approach of the agency conflict reduction and informational asymmetry, or by the approach of the organizational seek for legitimacy before society. Therefore, this study has the objective of analyzing the influence of the corporate governance structure on the socio-environmental disclosure of Brazilian listed companies. Hence, it is considered that corporate governance influences the disclosure of Brazilian listed companies (research’s general hypothesis). It is a descriptive research, predominantly quantitative, using the documentary procedure, in which descriptive and inferential statistics were applied. The sample embraces 111 companies, included in 99 sustainability reports, released in 2015, with information for the year 2014. The major data sources were sustainability reports and annual reports, reference forms and financial statements for the exercise ended in 2014, in addition to the theoretical portfolio of the Corporate Sustainability Index (ISE). The research variables included the corporate governance structure, with the board size, independent directors on the board, presence of audit committee, presence of sustainability committee and external audit firm, as well as some institutional characteristics, such as presence in the ISE index and companies’ size, age and sector. The results indicate that the presentation of the socio-environmental information, whether through a specific sustainability report or the annual reports, does not differ in terms of the quality of the information disclosed. It can be concluded that, in general, the corporate governance structure was not able to influence the level of socio-environmental disclosure of the Brazilian listed companies surveyed. However, it should be noted that only the independent directors on the board and the presence in ISE index presented statistically significant results regarding the influence on the level of social and environmental disclosure of the sample. So, these results confirm some national studies, indicating that the relationship between corporate governance and socio-environmental disclosure seems to be more evident in international terms than in the Brazilian governance environment.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27063
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_bprego.pdf2017_dis-bprêgo1,59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.