Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26900
Title in Portuguese: A concordância de número em predicativos do sujeito: variação linguística em Fortaleza
Title: The number agreement in subject predicatives: linguistic variation in Fortaleza
Author: Furtado, Bárbara Amaral de Andrade
Advisor(s): Carvalho, Hebe Macedo de
Keywords: Variação linguística – Fortaleza (CE)
Língua portuguesa – Predicativo do sujeito – Fortaleza (CE)
Língua portuguesa – Predicativo do sujeito – Concordâncias - Fortaleza (CE)
Linguistic variation
Subject predicative
Subjective raction
Issue Date: 2017
Citation: Furtado, B. A. A.; Carvalho, H. M. (2017)
Abstract in Portuguese: O presente trabalho busca, primeiramente, descrever e analisar as ocorrências da variação da concordância de número em predicativos do sujeito em falantes na cidade de Fortaleza. Para isso, adotamos como base teórica a Sociolinguística Variacionista (LABOV, 1966; 1972; 2001). Partimos do conhecimento sobre concordância nominal em predicativos do sujeito da gramática normativa da língua portuguesa descrito nas gramáticas de Cunha; Cintra (1985) e Bechara (1989). Adotamos como base para nossa pesquisa os estudos sobre variação na concordância de número no português realizados por Scherre (1988), Scherre; Naro (1998) e Scherre (2014). Como corpus para a obtenção dos dados, utilizamos o projeto NORPOFOR (Norma Oral do Português Popular de Fortaleza), do qual selecionamos uma amostra de 48 informantes estratificados por sexo, anos de escolaridade e tipo de registro (D2 e EF). Para a análise estatística dos dados, utilizamos o programa GoldVarb X (SANKOFF; TAGLIAMONTE; SMITH, 2005), que fornece resultados estatísticos de língua falada para a análise de dados a partir de um modelo binário de variável dependente, selecionando as variáveis que se mostram estatisticamente relevantes para o fenômeno estudado. Em seguida, aplicamos o teste de reação subjetiva para 300 alunos de diversos cursos das três áreas de estudo -- ciências humanas, exatas e biológicas -- da Universidade Federal do Ceará. A partir da coleta desses dados, investigamos como os falantes fortalezenses avaliam o fenômeno variável em estudo. Os fatores selecionados pelo programa GoldVarb X (SANKOFF; TAGLIAMONTE; SMITH, 2005) como estatisticamente significativos foram sexo do falante, paralelismo formal, características formais do verbo da oração e características formais do sujeito da oração. Concluímos que, no geral, falantes do sexo feminino tendem a ser mais conservadores em relação ao uso da concordância nominal em predicativos do sujeito, confirmando nossa hipótese, baseada nas teorias de Labov (2010) e resultados obtidos por Scherre (1991) e Dias (1996). Também concluímos que o tipo de elocução, formal ou informal, mesmo não tendo sido uma variável selecionada como estatisticamente significativa pelo programa, é relevante como variável prioritariamente para variantes correlacionadas à saliência fônica, como a tonicidade dos itens regulares e processo morfofonológico de formação de plural. Com os testes de reação subjetiva, percebemos que, ao contrário da nossa hipótese, alunos de ciências exatas tendem a ser mais conservadores em relação ao fenômeno em estudo. Podemos afirmar também que itens mais salientes, tanto foneticamente quanto por serem menos usuais, tendem a ter sua forma que não apresenta a marcação explícita de plural /s/ com maior grau de avaliações negativas pelos falantes. No geral, entendemos que os testes de reação subjetiva indicam que a falta de concordância de número nos predicativos do sujeito na cidade de Fortaleza é avaliada negativamente, mesmo em situações informais.
Abstract: This work aims, primarily, to describe and analyze the occurrences of number agreement variations in subject predicative in speakers from the city of Fortaleza. For that purpose, we adopt Variationist Sociolinguistics (LABOV, 1966; 1972; 2001) as the theoretical basis. We set as a starting the knowledge of noun agreement in subject predicatives in the normative grammar in the Portuguese language described in the grammars by Cunha; Cintra (1985) and Bechara (1989). We adopt as basis for our research studies on number agreement in Brazilian Portuguese realized by Scherre (1988), Scherre; Naro (1998) and Scherre (2014. For data gathering, we used the NORPOFOR (Norma Oral do Português Popular de Fortaleza) project, from which we selected a sample of 48 informants stratified by sex (male and female), years of educations (0-8 years and 9-11 years) and type of register (informal (D2) and formal (EF)). For the statistical analysis of data, we utilized the program GoldVarb X (SANKOFF; TAGLIAMONTE; SMITH, 2005), which provides statistical results for spoken language for data analysis, from a binary model of dependent variable, selecting the variables which are shown to be statistically significant to the studied phenomenon. Next, we applied the subjective reaction test to 300 students of several courses in the three main areas of studies – Human Sciences, Physical Sciences and Biological Sciences – at Universidade Federal do Ceará. From this data collection, we investigated how the speakers from Fortaleza the variable phenomenon in question. The factors selected as statistically relevant were the speakers sex, formal parallelism, formal characteristics of the verb in the sentence and formal characteristics of the subject in the sentence. We have concluded, in general, that female speakers tend to be more conservative in relation to number agreement in subject predicatives, confirming our hypothesis, based on the theories by Labov (2001), and the results obtained by Scherre (1991) and Dias (1996). We also concluded that the type of register, formal or informal, although not selected by the statistical program as a relevant variable, is shown to be relevant to some independent variables, especially those related to phonic salience, such as tonicity of the regular items and morphophonological process of plural formation. With the subjective reaction tests, we realized that, contrary to our hypothesis, students from the Physical Sciences tend to be more linguistically conservative than those of Biological and Human Sciences, regarding the phenomenon studied by us. We can also affirm that more salient items, both phonically and by being less usual, tend to be evaluated more negativelly in their plural form without explicit plural marks. In general, we understand that we linguistic evaluation tests indicate that the lack of number agreement in subject predicatives in the city of Fortaleza is negatively evaluated, even in informal situations.
Description: FURTADO, Bárbara Amaral de Andrade. A concordância de número em predicativos do sujeito: variação linguística em Fortaleza. 2017. 153f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26900
Appears in Collections:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_baafurtado.pdf2,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.