Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26727
Title in Portuguese: Dilemas e perspectivas de institucionalização das finanças solidárias: a experiência dos bancos comunitários no Ceará
Title: Dilemmas and perspectives of institutionalization of Solidary Finance: the experience of Community Banks in Ceará
Author: Paiva, Victoria Régia Arrais de
Advisor(s): Rodrigues, Lea Carvalho
Keywords: Economia social - Ceará
Microfinanças – Ceará
Integração social
Financial inclusion
Economic Democracy
Issue Date: 2015
Citation: Paiva, V. R. A.; Rodrigues, L. C. (2015)
Abstract in Portuguese: O processo de institucionalização das experiências em finanças solidárias com foco em bancos comunitários desencadeado pelo fomento público do Governo Federal brasileiro desde 2003 é o tema desta tese que visa compreender a singularidade, a dinâmica e o alcance destas práticas num contexto de mundialização financeira, notadamente marcado por estratégias de combate à pobreza baseadas na inclusão financeira pela via do microcrédito. A questão central da tese é analisar os meandros do processo de constituição e organização político-institucional dessas experiências, indagando como elas originaram uma complexa rede de relações sociais envolvendo o Estado, o mercado e a sociedade, com rebatimento nas políticas públicas. Fundamentados num modelo difundido pelo Banco Palmas, desde 1998 e, mais recentemente, pelo Instituto Palmas, os bancos comunitários, juntamente com as cooperativas de crédito solidário e os fundos rotativos solidários configuram um conjunto de práticas e representações sociais designado pelo termo finanças solidárias, cujos princípios orientadores baseiam-se na economia solidária. O trabalho de campo se deu em três bancos comunitários localizados em territórios de baixo IDH, geridos por entidades vinculadas a associações comunitárias, sindicatos e grupos de mulheres, jovens e agricultores familiares. São eles: o Banco DendêSol (Fortaleza), o Banco Paju (Maracanaú) e o Banco Quinamuiú (Tauá). A imersão em campo contou ainda com a minha presença em diversos momentos na sede do Banco e Instituto Palmas (Fortaleza) para a realização de entrevistas, além da participação em eventos e leitura de ampla bibliografia especializada. Por meio de uma abordagem multidisciplinar, envolvendo a sociologia política, a antropologia e a análise de políticas públicas, exploro os achados da pesquisa segundo os referenciais do método do estudo de caso detalhado segundo Gluckman (2010) e a análise situacional de acordo com Van Velsen, (2010). Os resultados indicam que o processo de institucionalização dos bancos comunitários gerou laços de reciprocidade entre organizações governamentais e da sociedade civil, conjugando diferentes lógicas de atuação, fato que acarreta dilemas e distintas perspectivas de institucionalização, fundamentalmente, nas fronteiras e clivagens entre a inclusão financeira e a democracia econômica, reposicionando as tensões entre os aspectos econômicos, sociais, políticos e culturais nas experiências analisadas, com vistas a inventar alternativas à mundialização financeira.
Abstract: The process of institucionalization of the experiences about solidary finances focalizing the communitarian banks happened due the public financing of the Federal Government since 2013. It intends to understand the singularity, the dynamics and the reach of these practices in the context of the financial mundialization. It emphasizes the combative strategies to the poverty. These strategies are based on the financial inclusion by the microcredit. The main question of this thesis is to analyse the aspects of the process of the constitution of the political and institutional organization of these experiences. I asked as they caused a complex net of social relations involving the State, the Market and the society, striking again on the public policies. It was based on the difused model by Palmas Bank, since 1998, and more recently, by Palms Institute. The communitarian, joinly with solidary credit and the rotative, and solidary founds configurate a set of practices and social representations designated the therm solidary finances. The supervisiors principles of this work are based on solidary economy. The field work was based on the communitarian banks placed in low IDH territories. These banks were managed by linked entities and communitarian associations, syndicates and women groups, young and familiar agricultores. These banks are the Dendê sol Bank (Fortaleza), Paju Bank (Maracanau) and the Quinamuiu one (Tauá). The field inversion counts with the presence in the headquarters of the Palmas bank and Institute (Fortaleza). I Also participated in events and I realized readings of vast and especialized bibliografy. According to a multidisciplinar approach involving Political Sociology, Antropology and the analysis of public policies, I explored the research investigations according to the references of the study of case method described for Gluckman (2010) and situational analysis from Van Velsen (2010). The results indicated that the institucionalization process of the communitarian banks created mutual relations among government organizations and the civil society joinning diferent logics of action. This fact create dilemmas and different perspectives of instituciolnalization mainly, in the bounds and cleavages between the financial inclusion and the economic democracy, social, politic and cultural aspects in the analysed experiences in order to invent alternatives to the financial mundialization.
Description: PAIVA, Victoria Régia Arrais de. Dilemas e perspectivas de institucionalização das finanças solidárias: a experiência dos bancos comunitários no Ceará. 2015. 339f. –Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26727
Appears in Collections:PPGS - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tese_vrapaiva.pdf5,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.