Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26515
Title in Portuguese: Efeitos da estrutura da paisagem e da simplificação de habitat sobre assembleias de abelhas e vespas solitárias
Title: Effects of landscape structure and habitat simplification on assemblages of solitary bees and wasps
Author: Flores, Lilian Maria Araújo de
Advisor(s): Araújo, Francisca Soares de
Co-advisor(s): Zanette, Lorenzo Roberto Sgobaro
Boscolo, Danilo
Keywords: Ninho-armadilha
Hymenoptera
Estrutura da vegetação
Ecologia de paisagens
Issue Date: 2017
Citation: FLORES, Lilian Maria Araújo de. Efeitos da estrutura da paisagem e da simplificação de habitat sobre assembleias de abelhas e vespas solitárias. 2017. 93 f. Tese (Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: Abelhas e vespas compõem um grupo biológico essencial para a maioria dos ecossistemas terrestres, tanto para ecossistemas naturais quanto para ambientes agrícolas. As abelhas são importantes polinizadores da maioria das espécies de angiospermas, enquanto as vespas são predadoras e podem atuar no controle de pragas. Entretanto, abelhas e vespas são bastante sensíveis às alterações ambientais, especialmente as abelhas e as vespas solitárias que nidificam em cavidades preexistentes. Por isso, a preocupação sobre o declínio desses insetos é crescente em todo o mundo. As principais causas relatadas que afetam a diversidade e a mortalidade das abelhas e das vespas são as alterações no seu habitat natural. No entanto, devido à sua grande capacidade de deslocamento, é importante avaliar as mudanças no seu habitat tanto em escalas locais quanto em escalas de paisagem. Nosso principal objetivo foi entender como as alterações ambientais em diferentes escalas afetam a diversidade e a mortalidade de abelhas e vespas e seus parasitoides. No capítulo 1, medimos os efeitos da simplificação local do habitat sobre a riqueza de espécies e sobre os padrões espaciais da diversidade e seus componentes e analisamos as mudanças na composição de espécies ao longo de um gradiente estrutural de habitat. Nós mostramos que a simplificação do habitat tem efeitos negativos sobre a diversidade de abelhas e vespas e que esses efeitos são estatisticamente mais fortes em habitats naturalmente mais complexos. No capítulo 2, avaliamos os efeitos da perda de vegetação natural e da composição e configuração de ambientes em nível de paisagem sobre a diversidade de abelhas e vespas e seus parasitoides. Mostramos que a heterogeneidade da paisagem afetou de maneira diferente as abelhas e as vespas. As abelhas foram afetadas de forma negativa pelo aumento da irregularidade da forma das manchas da paisagem enquanto as vespas se beneficiaram. No capítulo 3 analisamos os efeitos da estrutura da paisagem sobre a mortalidade e o tempo de desenvolvimento das abelhas e vespas e mostramos que a forma das manchas paisagem e a proporção de áreas agrícolas diminuem a mortalidade e influenciam as causas da morte. A simplificação do habitat, tanto em escala local quanto de paisagem, afeta negativamente a diversidade desses insetos. Porém, um manejo adequado da paisagem pode mitigar esses efeitos, através da complementação de recursos para esses insetos.
Abstract: Bees and wasps constitute an essential biological group for most terrestrial ecosystems, both for natural ecosystems and for agricultural environments. Bees are important pollinator to most angiosperms species, while wasps are predators and may act in the pest control. However, bees and wasps are very sensitive to environmental change, especially the solitary bees and wasps that nest in pre-existing cavities. Therefore, a concern about its decline is growing around the world. As major reported causes affecting the diversity, species richness and mortality of bees and wasps are the changes in natural habitat. However, because of its large movement capacity, it is important to assess how changes in its habitat both at local scales and at landscape scales. The main goal of this study was to understand how environmental changes in different scales affect the diversity and mortality of bees and wasps and their parasitoids. In Chapter 1, we measured the effects of local habitat simplification on species richness and spatial patterns of diversity and their components. We also analysed the changes in species composition along a habitat structural gradient. We have shown that the habitat simplification has a negative effect on bees and wasps diversity and these effects are stronger in naturally more complex habitats. In chapter 2, we studied the effects of natural vegetation loss and the composition and configuration of environments at the landscape level on the diversity of bees, wasps and their parasitoids. We have shown that landscape heterogeneity affected bees and wasps differently. While bees responded negatively to configurational heterogeneity, wasps benefited from landscapes with more irregular patches. In chapter 3, we analyzed the effects of landscape structure on mortality and development time of bees and wasps and showed that the landscape shape and the agriculture proportion decreased the mortality and influenced the causes of death. In summary, the results showed that habitat simplification, at both local and landscape scale, affects the diversity of these insects. However, an adequate landscape management can mitigate these effects by providing additional resources for bees and wasps.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26515
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DBIO - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tese_lmaflores.pdf178,05 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.