Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25911
Title in Portuguese: Estudo do potencial convulsivante de compostos carbapenêmicos em modelo de convulsão induzido por pilocarpina in vivo e in vitro
Title: Study of convulsivant potential of carbapenemic compounds in pilocarpine-induced model in vivo and in vitro
Author: Lima, Klistenes Alves de
Advisor(s): Fonteles, Marta Maria de França
Keywords: Epilepsia
Carbapenêmicos
Issue Date: 17-Jul-2017
Citation: LIMA, K. A. Estudo do potencial convulsivante de compostos carbapenêmicos em modelo de convulsão induzido por pilocarpina in vivo e in vitro. 2017. 84 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: As doenças infeciosas de etiologia bacteriana foram sempre um grave problema para as sociedades, não só pela sua fácil e rápida propagação, como pela elevada mortalidade que causam. O tratamento destas infeções requer o uso terapêutico de antibióticos. Os carbapenêmicos são fármacos antimicrobianos que pertencem ao grupo β-lactâmicos e atuam inibindo a síntese da parede celular bacteriana. O tratamento com esses fármacos pode desencadear vários efeitos adversos como náuseas, erupções cutâneas, leucopenia, trombocitopenia, nefrotoxicidade e neurotoxicidade. O risco de neurotoxicidade é inerente a todos os representantes da classe, mas incidência da convulsão pode variar entre os fármacos. Este trabalho teve como objetivo estudar os efeitos dos carbapenêmicos (imipenem, meropenem e ertapenem) em modelo de convulsão induzida por pilocarpina em camundongos. Camundongos Swiss machos (28-34g), (n=8), foram pré-tratados com esses antimicrobianos nas doses de 100mg/kg e 200mg/kg por 7 dias. Duas horas após a última dose de cada fármaco foi induzida a convulsão em todos os animais através da administração de pilocarpina 400 mg/kg, via i.p.. Na análise comportamental, foram registrados os tempos para ocorrência da primeira convulsão e morte e, após os testes, foram dissecadas três áreas cerebrais (córtex pré-frontal, hipocampo e corpo estriado) para determinar o grau de peroxidação lipídica, a concentração de malondialdeido (MDA), a concentração de nitrito e a participação da defesa antioxidante glutationa redutase (GSH). Os dados foram analisados por ANOVA e Student-Newman-Keuls como pós-teste. Foi observado que todos os antibióticos reduziram a latência de convulsão e de morte nas doses de 100 e 200 mg/kg com significância (p<0,001). Em relação aos parâmetros de estresse oxidativo, houve aumento dos níveis de MDA em todas as áreas dos grupos tratados com os antimicrobianos nas doses de 100 e 200 mg/kg, no entanto, os grupos que receberam pilocarpina, houve aumento em todas as áreas apenas na dose de 200mg/kg. A concentração de nitrito também se encontra elevada na maioria das áreas nas doses de 100 e 200 mg/kg e nos grupos que receberam pilocarpina. Observou-se uma redução na concentração de GSH em todas as áreas dos grupos tratados com os antimicrobianos nas doses de 100 e 200 mg/kg em relação ao grupo sadio. Portanto, nossos achados corroboram com a atividade pró-convulsivante desses antimicrobianos já descrita em outros estudos, no entanto, sugerimos uma participação de mecanismos colinérgicos não descrita anteriormente.
Abstract: Infectious diseases of bacterial etiology have always been a serious problem for societies, not only because of their easy and rapid spread, but also because of the high mortality they cause. Treatment of these infections requires the therapeutic use of antibiotics. Carbapenems are antimicrobial drugs belonging to the β-lactam group and act by inhibiting bacterial cell wall synthesis. Treatment with these drugs can trigger several adverse effects such as nausea, rash, leucopenia, thrombocytopenia, nephrotoxicity and neurotoxicity. The risk of neurotoxicity is inherent in all class representatives, but seizure incidence may vary between drugs. This study aimed to study the effects of carbapenems (imipenem, meropenem and ertapenem) on pilocarpine induced seizure in mice. Male Swiss mice (28-34g) were pretreated with these antimicrobials at doses of 100mg / kg and 200mg / kg for 7 days. Two hours after the last dose of each drug, seizure was induced in all animals by the administration of pilocarpine 400 mg / kg ip. In the behavioral analysis, the times for the first seizure and death were recorded and, after the tests , Three brain areas (pre-frontal cortex, hippocampus and striatum) were dissected to determine the degree of lipid peroxidation, malondialdehyde concentration (MDA), nitrite concentration and the participation of the antioxidant defense glutathione reductase (GSH). Data were analyzed by ANOVA and Student-Newman-Keuls as post-test. All antibiotics were found to reduce seizure and death latencies at doses of 100 and 200 mg / kg with significance (p <0.001). Regarding the parameters of oxidative stress, there was an increase in MDA levels in all areas of the groups treated with antimicrobials at doses of 100 and 200 mg / kg, however, the groups receiving pilocarpine increased in all areas only At the dose of 200mg / kg. Nitrite concentration is also elevated in most areas at doses of 100 and 200 mg / kg and in groups receiving pilocarpine. A reduction in GSH concentration was observed in all areas of the antimicrobial groups at doses of 100 and 200 mg / kg relative to the healthy group. Therefore, our findings corroborate with the pro-convulsive activity of these antimicrobials already described in other studies, however, we suggest a participation of cholinergic mechanisms not previously described.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25911
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_kalima.pdf2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.