Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25424
Title in Portuguese: Conhecimento dos enfermeiros atuantes na atenção primária, Fortaleza-Ceará, acerca da alimentação infantil de crianças menores de dois anos
Title: Knowledge of nurses working in primary care, Fortaleza-Ceará, about infant feeding of children under two years of age
Author: Diógenes, Mariana da Silva
Advisor(s): Martins, Mariana Cavalcante
Keywords: Enfermagem
Atenção Primária à Saúde
Saúde da Criança
Cuidado da Criança
Nutrição da Criança
Issue Date: 2016
Citation: DIÓGENES, M. S. Conhecimento dos enfermeiros atuantes na atenção primária, Fortaleza-Ceará, acerca da alimentação infantil de crianças menores de dois anos. 2016. 80 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: O Brasil enfrenta hoje uma transição alimentar com advento dos distúrbios nutricionais, a qual pode desencadear os potenciais e drásticos fatores de risco predisponentes às doenças crônicas não transmissíveis. Assim, cabe ao enfermeiro utilizar a consulta de puericultura como um espaço com grande potencial de aprendizagem, onde por meio de orientações verbais e uso de estratégias educativas, pode-se orientar mães e familiares quanto aos cuidados com a alimentação da criança, traçando, desde cedo, um estilo de vida saudável para esta. Contudo, para atuar de forma eficaz, torna-se pertinente que o enfermeiro esteja atualizado sobre os diversos aspectos da alimentação infantil. Para tanto, o objetivo deste estudo foi verificar o conhecimento dos enfermeiros atuantes na atenção primária sobre alimentação infantil para crianças menores de dois anos. Trata-se de um estudo descritivo, de delineamento transversal, com abordagem quantitativa relizado entre julho e setembro de 2016, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará. Os dados foram coletados por meio de um questionário validado, o qual aborda o perfil do profissional e seu conhecimento sobre a temática. Participaram deste estudo 231 enfermeiros atuantes nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) das seis Secretarias Executivas Regionais (SER) do Município de Fortaleza/CE. Os dados foram tabulados e analisados com auxílio do SPSS, sendo considerado como significante p<0,05. Os enfermeiros da amostra eram predominantemente do sexo feminino, com idade entre 36 e 42 anos, apresentavam especialização/residência como titulação e atuavam há mais de 10 anos na Estratégia de Saúde da Família. 16,4% da amostra obteve conhecimento de nível regular, 65,4% conhecimento médio e apenas 18,2% conhecimento elevado. Verificou-se que apenas o conhecimento do Manual dos dez passos para uma alimentação saudável (p=0,006) apresentou associação significativa com as variáveis sociais e profissionais. Conclui-se que os enfermeiros analisados apresentaram déficit no conhecimento referente ao tema. A identificação dessas lacunas pode nortear gestores e os próprios enfermeiros a buscarem estratégias para seu aprimoramento nessa temática através de uma atualização constante, avaliação recorrente das suas práticas e incorporação de novas maneiras de pensar e cuidar de seus pacientes.
Abstract: Brazil is now facing a food transition with the advent of nutritional disorders, which can trigger the potential and drastic risk factors predisposing to chronic non-communicable diseases. Thus, it is up to the nurses to use the child care consultation as a space with great learning potential, where through verbal orientations and use of educational strategies, mothers and families can be guided in the care of the child's feeding, Early, a healthy lifestyle for this. However, to act effectively, it becomes pertinent that the nurse be updated about the various aspects of infant feeding. Therefore, the objective of this study was to analyze the knowledge of nurses working in primary care on infant feeding for children under two years of age. This is a descriptive, cross-sectional study with a quantitative approach between July and September 2016, approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará. The data were collected through a validated questionnaire, which addresses the profile of the professional and their knowledge on the subject. 231 nurses working in the Primary Health Care Units (UAPS) of the six Regional Executive Secretariats (SER) of the Municipality of Fortaleza/CE participated in this study. The data were tabulated and analyzed with the aid of the SPSS, being considered as significant p <0.05. The nurses in the sample were predominantly female and aged between 36 and 42 years, had specialization / residency as a degree and had been working for more than 10 years in the Family Health Strategy. 65.4% of the sample obtained knowledge at the secondary level and only 18.2% presented high knowledge. When crossing some social and professional variables with the knowledge about infant feeding, it was verified that only the knowledge of the Ten Steps Manual for healthy eating (p = 0.006) presented significant relevance. It can be concluded that the analyzed nurses presented deficits in the knowledge related to the topic. The identification of these gaps can guide managers and nurses themselves to seek strategies for their improvement in this area through constant updating, recurrent evaluation of
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25424
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENFERMAGEM - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_msdiogenes.pdf967,84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.