Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25117
Title in Portuguese: Avaliação da comunicabilidade de sistemas criados por usuários-designers
Author: Carneiro, Ingrid da Silva
Advisor(s): Monteiro, Ingrid Teixeira
Keywords: Engenharia de Software
Sistemas de computação interativos
Interação homem-máquina
Issue Date: 2016
Citation: CARNEIRO, Ingrid da Silva. Avaliação da comunicabilidade de sistemas criados por usuários-designers. 2016. 73 f. TCC (graduação em Engenharia de Software) - Universidade Federal do Ceará, Campus Quixadá, Quixadá, CE, 2016.
Abstract in Portuguese: Nos dias atuais, é imprescindível que um sistema atenda às necessidades de seu usuário, poupando-lhe tempo. Por isto o número de pessoas que empenham-se em construir seus próprios sistemas cresce a cada dia, e para este tipo de atividade, damos o nome de End-User Development (EUD). A Engenharia Semiótica utiliza o termo comunicabilidade para definir se o sistema consegue que o usuário entenda aquilo que o designer quis passar ao construir um sistema. Neste trabalho, avaliamos a comunicabilidade de sistemas construídos por end-users. Para esta avaliação utilizamos dois métodos que também vem da Engenharia Semiótica, o Método de Inspeção Semiótica (MIS) e o Método de Avaliação da Comunicabilidade (MAC). Através destes métodos, avaliamos sistemas construídos por voluntários em uma ferramenta que ajuda pessoas com pouco ou nenhum conhecimento de programação a criarem conversas, o SideTalk, e também a visualização destas conversas por outros voluntários. Com a criação e visualização das conversas pelos respectivos voluntários, foi possível encontrar uma serie de falhas na comunicação, tanto das conversas construídas, como do sistema utilizado. A principal contribuição deste trabalho foi apresentar a primeira pesquisa na área de End-User Development (EUD) que utiliza dois métodos da engenharia semiótica, MIS e MAC, para avaliar a comunicabilidade de um sistema não profissional.
Abstract: Nowadays, it is essential that a system meets the needs of its users, saving their time. Therefore, the number of people who strive to build their own systems grows every day, and for this type of activity, we call End-User Development (EUD). The Semiotic Engineering uses the term communicability to determine whether the system allows the user understand what the designer wanted to convey when he/she builds a system. In this paper, we evaluate the communicability of systems built by end-users. For this evaluation we have used two methods that also come from Semiotic Engineering, the Semiotics Inspection Method (SIM) and the Communicability Evaluation Method (CEM). Through these methods, we evaluated systems built by volunteers in a tool that helps people with little or no programming knowledge to create conversations, the SideTalk, and also viewing these conversations by other volunteers. With the creation and viewing of the conversations by their volunteers, it was possible to find a series of failures in communication, from the conversations and from the used system as well. The main contribution of this paper is to present the first research in the area of End-User Development (EUD) which uses two methods of Semiotic Engineering, SIM and CEM to evaluate the communicability of non-professional systems.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25117
Appears in Collections:ENGENHARIA DE SOFTWARE - QUIXADÁ - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_idascarneiro.pdf3,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.