Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24345
Título: A alternância dos verbos agapao e phileo nas traduções para as línguas latina e neolatinas do texto bíblico de João 21, 65-81
Título em inglês: The alternation of the verbs agapao and phileo in translations to Latin and Neo-Latin languages of the Bible text John 21
Autor(es): Nascimento Neto, Artur Viana do
Palavras-chave: Alternância verbal
Tradução
Etimologia
Verbal alternation
Data do documento: 2016
Editor: Revista Entrepalavras
Citação: Nascimento Neto, A. V. (2016)
Resumo: É notório ver que há uma vasta literatura teórico-analítica sobre os textos sagrados do cristianismo com o intuito de fomentar as pesquisas no campo da teologia bíblica e de responder às exigências de um texto literário mundialmente conhecido e considerado como Revelação Divina por uma considerável parte do mundo. Infelizmente, pelo que podemos comprovar na academia, escassos ainda são os trabalhos de cunho linguístico que lançam seu olhar e sua atenção a investigar, nos textos sagrados, aspectos relacionados à ciência da linguagem. Por isso, influenciado por tais motivações, o presente artigo pretende abordar a problemática da tradução de três versículos do capítulo vinte e um do evangelho de João, voltando-se a um par de verbos (agapao e phileo) que, no grego koiné, são estruturalmente diferenciados, segundo o sentido que cada um evoca, mas que, nas bíblias de línguas neolatinas, de modo mais atento naquelas usadas no Brasil, sejam elas de editoras católicas, sejam de editoras protestantes, a diferença entre esses verbos não é assinalada, tampouco o sentido particular que, na língua grega, cada um salvaguarda. Para tratar desse aspecto, a teoria da equivalência dinâmica, proposta por Nida (1964), foi o caminho pelo qual foram analisados esses versículos, de modo a chegarmos a uma tradução que se aproxime mais do sentido original do texto em estudo.
Abstract: It is clear to see that a vast theoretical and analytical literature on the sacred texts of Christianity is produced nowadays in order to stimulate research in the field of biblical theology and to find the demands of a literary text well-known worldwide and considered as Divine Revelation by a considerable part of the world. Unfortunately, as we can be verified in the academy, there are still few the linguistic studies that cast its attention to investigate, in the sacred texts, aspects related to the science of language. Therefore influenced by such motives, this article aims to approach the problem of translation of three verses of the twenty first chapter and one of John’s Gospel, highlighting one pair of verbs (agapao and phileo) that, in Koine Greek, are structurally different, according to the meaning each one evokes, but Bibles of Romance languages in closer so those used in Brazil, either Catholic or Protestant publishers, the verbs difference is not checked, nor it is the particular meaning that, in the Greek language, each one has. In order to deal with this aspect, the theory of dynamic equivalence, proposed by Nida (1964), has been the way in which these verses has been analyzed in order to reach for a translation that is closer to the original meaning of the text under consideration.
Descrição: NASCIMENTO NETO, Artur Viana do. A alternância dos verbos agapao e phileo nas traduções para as línguas latina e neolatinas do texto bíblico de João 21, 65-81. Revista Entrepalavras, Fortaleza, ano 6, v. 6, n. 1, p. 66-82, jan./jun. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24345
Tipo: Artigo de Periódico
ISSN: 2237-6321 (online)
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_avnascimento.pdf337,4 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.