Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24228
Title in Portuguese: Estima de lugar e implicações com a saúde: a perspectiva dos usuários de um Centro de Saúde do Nordeste do Brasil [e
Title: Estimate of place and health implications: the perspective of users of a Health Center in the Northeast of Brazil
Author: Barreto, Elcides Hellen Ferreira Landim
Advisor(s): Bomfim, Zulmira Áurea Cruz
Keywords: Relações Hospital-Paciente - Icó (CE)
Saúde pública - Icó (CE)
Atenção à Saúde
Implication
Health
Issue Date: 2017
Citation: Barreto, E. H. F. L.; Bomfim, Z. A. C. (2017)
Abstract in Portuguese: O presente trabalho tem como objetivo analisar a estima de lugar dos cidadãos-usuários de um Centro de Saúde da Família do Nordeste brasileiro e suas implicações com a saúde. Busca, ainda, identificar afetos presentes nas pessoas usuárias do Centro de Saúde da Família que possibilitam ou não a implicação destas com um modo de vida saudável, bem como, as percepções desses sujeitos acerca do modo de viver saudável. A compreensão das questões ambientais e da saúde humana bem como daquelas advindas dessa relação ainda são limitadas. Assim, é importante e urgente que sejam desenvolvidos estudos que possibilitem maneiras eficazes de compreender e, consequentemente, intervir nos problemas oriundos desse campo. Com esse intuito, parte-se dos campos da Psicologia Social, Psicologia Ambiental e Saúde Coletiva de abordagem histórico-cultural para pensar as relações entre afetividade, estima de lugar e promoção de saúde. Dessa forma, busca-se, com este estudo, ampliar essas discussões apresentando a estima de lugar (BOMFIM, 2010) como uma dimensão da saúde, e as implicações com um modo de vida saudável a partir da compreensão dos sujeitos-usuários da Atenção Básica. Para tanto, nesta pesquisa foi utilizado o IGMA (Instrumento Gerador dos Mapas Afetivos) para identificar a estima de lugar dos sujeitos, e uma entrevista semiestruturada para compreender a implicação com o modo de vida saudável com 41 cidadãos-usuários do Centro de Saúde da Família São Geraldo, em Icó (CE). Com esse estudo foi possível identificar que o estilo de vida considerado pelos sujeitos como saudável é aquele ditado pela lógica tecnocrática, utilitarista e cientificista, no qual o saber científico se sobrepõe ao saber popular como o único possível. No entanto, a estima de lugar dos cidadãos-usuários da unidade de saúde se revela potencializadora e indicativa de envolvimento com o modo de vida saudável. Assim sendo, percebe-se que embora o modo de vida saudável não seja fruto da autonomia dos sujeitos, uma vez que, a relação entre o cidadão e o modo de vida saudável ocorra pela via da passividade, os afetos relacionados a ela não são geradores de servidão, e sim, de agradabilidade e pertencimento, portanto, potencializadores. Dessa forma, conclui-se que a educação em saúde assim como tem sido posta em prática tem promovido a implicação dos sujeitos com um modo de viver saudável, no entanto, não de maneira emancipatória e autônoma, mas antes de maneira passiva, por meio da busca em seguir um estilo de vida prescrito pelos aparelhos de poder ideológicos. Com essa pesquisa espera-se fomentar uma discussão ético-política que contribua para potencializar as ações da Estratégia da Saúde da Família, possibilitando maior participação dos cidadãos e eficácia na efetivação das ações propostas na Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) no intuito de promover um estilo de vida saudável revelador da autonomia e emancipação dos sujeitos.
Abstract: The present study aims to analyze the esteem of place of citizen-users of a Family Health Center in the Northeast of Brazil and its implications for health. It also seeks to identify affections in the people who use the Family Health Center, which may or may not involve them in a healthy lifestyle, as well as their perceptions about healthy living. The understanding of environmental and human health issues as well as those arising from this relationship are still limited. Thus, it is important and urgent that studies be developed to provide effective ways of understanding and, consequently, intervening in the problems arising from this field. With this aim in mind, this work starts from the fields of Social Psychology, Environmental Psychology and Collective Health of historical-cultural approach to think about the relationships between affectivity, esteem of place and health promotion. In this way, the objective of this study is to broaden these discussions by presenting the esteem of place (BOMFIM, 2010) as a dimension of health, and the implications of a healthy way of life based on the understanding of the subjects-users of Basic Health Care. In order to do so, the IGMA (Affective Maps Generator Instrument) was used in this research to identify the esteem of place of the subjects, and a semi-structured interview to understand the implication with a healthy lifestyle with 41 citizens-users of the Family Health Center Sao Gerardo in Ico (CE). With this study it was possible to identify that the lifestyle considered healthy by the subjects is dictated by technocratic, utilitarian and scientificist logic, in which specific scientific knowledge overlaps popular knowledge as the only one possible. However, the esteem of place of the citizens-users of the health unit proves to be potential and indicative of involvement with the healthy way of life. Thus, it is perceived that although the healthy life is not the result of the autonomy of the subjects, once the relationship between the citizen and the healthy way of life occurs through passivity, the affections related to it are not generators of servitude, but rather, of pleasantness and belonging, therefore full of potential. Thus, it is concluded that health education, as it has been put into practice, has promoted the involvement of the subjects with a healthy way of life, however, not in an emancipatory and autonomous way, but rather in a passive way through the following of a lifestyle prescribed by the ideological power apparatus. With this research, it is hoped to foster an ethical-political discussion that contributes to strengthen the actions of the Family Health Strategy, enabling greater participation of citizens and effectiveness in the implementation of the actions proposed in the National Policy for Health Promotion (PNPS) in order to promote a healthy lifestyle which reveals the autonomy and emancipation of the subjects.
Description: BARRETO, Elcides Hellen Ferreira Landim. Estima de lugar e implicações com a saúde: a perspectiva dos usuários de um Centro de Saúde do Nordeste do Brasil. 2017. 209f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24228
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_ehflbarreto.pdf8,95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.