Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23446
Title in Portuguese: Estudo da agressividade do ar atmosférico de Fortaleza/CE
Author: Campos, Ana Mara da Rocha
Advisor(s): Cabral, Antonio Eduardo Bezerra
Keywords: Engenharia de estruturas
Concreto armado
Corrosão
Construções - Durabilidade
Agressividade ambiental
Oxidação
Issue Date: 28-Nov-2016
Citation: CAMPOS, A. M. R. Estudo da agressividade do ar atmosférico de Fortaleza/CE. 2016. 138 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil: Estruturas e Construção Civil)-Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: As estruturas de concreto armado se degradam mais precocemente quando localizadas em ambientes de atmosfera marinha devido à influência de íons cloro presentes na névoa salina, os quais, em conjunto com as condições climáticas propiciam ação deletéria nestas estruturas, podendo desencadear o processo de corrosão de suas armaduras. Segundo Portella (2013), os limites de separação entre os ambientes marinho e urbano ainda não foram estabelecidos na cidade de Fortaleza/CE, logo, há a necessidade de se conhecer os níveis de concentração de íons de cloro presentes na atmosfera da cidade. Tal conhecimento permitirá o desenvolvimento de projetos de estruturas em concreto armado que trate de forma preventiva o surgimento de corrosão da armadura pela ação de íons cloro, primando pela durabilidade das construções. Assim, o objetivo deste trabalho é a quantificação e a avaliação do teor de íons cloro no ar atmosférico da cidade de Fortaleza-CE, em relação à distância do mar, além da análise da penetração de cloretos em corpos de concreto. Para a quantificação do teor de íons cloro no ar atmosférico foi utilizado o método da vela úmida, descrito pela NBR 6211 (ABNT, 2011) e para determinação do teor de cloreto no interior dos concretos foi utilizado o procedimento descrito na ABNT NBR 14832 (ABNT, 2002). Para a coleta de dados foi pré-definida uma malha sobre o mapa da cidade onde foram estabelecidos 46 pontos para coleta de dados, nas distâncias de 50m, 250m, 500m, 1000m, 2000m, 4000m, 6000m e 8000m em relação ao mar, onde foram instaladas as velas-úmidas que ficaram expostas por um período de doze meses. Dentro desta malha foram escolhidos 12 pontos para a colocação dos corpos de prova de concreto, que ficaram expostos por um período de seis meses. Verificou-se que o teor de íons cloro no ar decai em função da distância do mar. Percebeu-se que o comportamento da agressividade se dá de forma diferente dentro da cidade, pois a Praia do Futuro apresentou resultados muito superiores aos da Praia de Iracema e superior também a de outras cidades no Brasil e no mundo. A partir da análise comparativa os resultados com a NBR 14643 (ABNT, 2001) e a NBR 6118 ((ABNT, 2014) propôs-se uma classificação para a agressividade ambiental da cidade colocando-se a maior parte da região litorânea da cidade com o nível de agressividade Forte (Classe III) e a região da Praia do Futuro com o nível de agressividade Muito Forte (Classe IV).
Abstract: Reinforced concrete structures degrade more rapidly when located in environments of marine atmosphere due to the influence of chlorine ions present in the saline mist, which, together with the climatic conditions propitiate deleterious action in these structures, and can trigger the corrosion process of their Armor According to Portella (2013), the limits of separation between the marine and urban environments have not yet been established in the city of Fortaleza / CE, so there is a need to know the concentration levels of chlorine ions present in the atmosphere of the city. Such knowledge will allow the development of projects of structures in reinforced concrete that deal in a preventive way the appearance of corrosion of the reinforcement by the action of chlorine ions, emphasizing for the durability of the constructions. Thus, the objective of this work is the quantification and evaluation of chlorine ions content in the atmospheric air of the city of Fortaleza-CE, in relation to the distance of the sea, besides the analysis of the penetration of chlorides in concrete bodies. For the quantification of chlorine ions content in atmospheric air, the wet candle method, described by NBR 6211 (ABNT, 2011), was used to determine the content of chloride in the concrete. The procedure described in ABNT NBR 14832 was used (ABNT , 2002). In order to collect data, a grid was established on the city map where 46 data points were established for distances of 50m, 250m, 500m, 1000m, 2000m, 4000m, 6000m and 8000m in relation to the sea, where The moist sails were installed and exposed for a period of twelve months. Within this mesh, 12 points were chosen for the placement of concrete specimens, which were exposed for a period of six months. It has been found that the content of chlorine ions in air decreases as a function of sea distance. It was noticed that the behavior of the aggressiveness occurs in a different way within the city, because Praia do Futuro presented results much superior to those of Praia de Iracema and superior also of other cities in Brazil and in the world. From the comparative analysis, the results with NBR 14643 (ABNT, 2001) and NBR 6118 (ABNT, 2014) proposed a classification for the environmental aggressiveness of the city, placing most of the coastal region of the city with the Strong Aggressiveness (Class III) and the Praia do Futuro region with Very Strong Aggressiveness (Class IV).
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23446
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DECC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_amrcampos.pdf11,13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.