Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23083
Título: Detecções de vírus respiratórios e Streptococcus pneumoniae em crianças com pneumonia após a inclusão da vacina pneumocócica 10-valente conjugada no cartão vacinal infantil
Título em inglês: Detection of respiratory viruses and Streptococcus pneumoniae in children with pneumonia following the inclusion of 10-valent pneumococcal conjugate vaccine in the infant vaccination card
Autor(es): Silva, Francisco Eliclécio Rodrigues da
Orientador(es): Moura, Fernanda Edna Araújo
Palavras-chave: Vírus
Streptococcus pneumoniae
Vacinas
Doenças Respiratórias
Data do documento: 22-Dez-2014
Citação: SILVA, F. E. R. ; MOURA, F. E. A. (2014)
Resumo: A pneumonia é responsável por aproximadamente 1,6 milhões de óbitos anuais em crianças com idade inferior a cinco anos no mundo. Um grupo de vírus e bactérias está associado à etiologia dessa infecção sendo comumente relatadas associações entre eles. Como estratégia de redução da mortalidade infantil por essa afecção foi incorporada, em 2010 no Brasil, a vacina pnemocócica conjugada 10 valente no calendário vacinal infantil. Este estudo teve como objetivo determinar a taxa de detecção de diversos vírus respiratórios e Streptococcus pneumoniae, inclusive seus sorotipos, em crianças com pneumonia após a introdução da vacina pneumocócica 10 valente conjugada no calendário vacinal infantil. Para isso foram analisadas amostras de aspirados de nasofaringe na detecção rápida de antígenos através de imunofluorescência indireta para o Vírus Sincicial Respiratório, Adenovírus, Influenza A e B e Parainfluenza 1, 2 e 3. Após o isolamento de S. pneumoniae foi utilizado PCR multiplex para sua sorotipagem. Foram analisadas 781 amostras. A detecção dos vírus respiratórios e S. pneumoniae variou durante os anos de 2011, 2012 e 2013, tendo no final 441 (56,47%) amostras negativas para ambos os microorganismos, 199 (25,48%) positivas para pelo menos um vírus, sendo o VSR o mais detectado, 184 (23,56%) positivas para S. pneumoniae e 43 (5,51%) tiverem detecção mista (sendo a detecção concomitante do pneumococo com o VSR , 60,47%, a mais frequente). Houve uma redução no percentual de detecção do pneumococo ao longo dos anos estudados, com predominância dos sorotipos vacinais (69/54,33%). No entanto, apesar da queda no número de S.pneumoniae detectados, estejam eles presentes ou não na vacina, parece haver um número crescente de cepas circulantes do pneumococo não incluída na vacina, fato este mais evidente no ano de 2013. Sendo o perfil dos sorotipos de S. pneumoniae diferente de uma região para outra e a imunidade sorotipo-específica é necessária uma vigilância contínua para o conhecimento dos sorotipos circulantes para assegurar que futuras vacinas sejam voltadas para os sorotipos adequados.
Abstract: Pneumonia is responsible for approximately 1.6 million annual deaths in children of age five and below worldwide. A group of virus and bacteria is associated with the etiology of this infection being commonly reported the association between them. As strategy of reducing child mortality from this condition, in 2010 it was incorporated the 10-valent pneumococcal vaccine to the child immunization calendar. The objective of this study is to determine the rate of detection of several respiratory viruses and Streptococcus pneumoniae, including its serotypes, in children with pneumonia after the introduction of the 10-valent pneumococcal vaccine in the child immunization calendar. For this, samples of nasopharyngeal aspirates were analyzed in rapid antigen detection by indirect immunofluorescence for Respiratory Syncytial Virus, adenovirus, Influenza A and B and Parainfluenza 1, 2 and 3. After the isolation of S. pneumoniae, it was used the multiplex PCR for its serotyping. 781 samples were analyzed. The detection of the respiratory viruses and S. pneumoniae ranged during the years 2011, 2012 and 2013, in which, at the end, 441 (56,47%) of the samples were negative for both microorganisms, 199 (25,48%) were positive for at least one virus, being the RSV the most detected, 184 (23,56%) were positive for S. pneumoniae and 43 (5,51%) were positive for coinfection (the simultaneous detection of the pneumococcus and the RSV, 60,47%, was the most frequent). There was a percentage reduction of the detection of pneumococcus over the years studied, with the predominance of vaccinal serotypes (69/54,33%). However, despite the decrease of detection of S. pneumoniae, whether they are present or not in the vaccine, there seems to be a growing number of circulating strains of pneumococcus not included in the vaccine, this fact is more evident in the year 2013. As the profile of prevalent serotypes of S. pneumoniae differs from one region to another and the immunity is serotype-specific, it is necessary a continuous surveillance for the knowledgement of the circulation of serotypes that are not included in the vaccine and to ensure that the future vaccines target the appropriate serotypes.
Descrição: SILVA, F. E. R. Detecções de vírus respiratórios e Streptococcus pneumoniae em crianças com pneumonia após a inclusão da vacina pneumocócica 10-valente conjugada no cartão vacinal infantil. 2014. 77 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23083
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_fersilva.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.