Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22793
Título: Parâmetros nutricionais, comportamento ingestivo, desempenho, caracteristicas de carcaça e componentes não carcaça de cordeiros somalis brasileira alimentados com diferentes niveis de energia metabolizável
Título em inglês: Nutritional parameters, ingestive behavior, performance, carcass characteristics and non-carcass components of Brazilian Somalis fed with different levels of metabolizable energy
Autor(es): Aquino, Rebeca Magda da Silva
Orientador(es): Pereira, Elzânia Sales
Coorientador(es): Pimentel, Patrícia Guimarães
Palavras-chave: Confinamento
Cortes comerciais
Órgão internos
Pequenos ruminantes
Ultrassom
Data do documento: 2012
Citação: AQUINO, R.M.S. (2012)
Resumo: O estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o consumo e a digestibilidade dos nutrientes, comportamento ingestivo, ganho médio diário de peso (GMD), conversão alimentar (CA), eficiência alimentar (EA), características de carcaça, pesos e rendimentos dos cortes comerciais e dos órgãos internos, pesos do conteúdo e dos compartimentos gastrointestinais de cordeiros Somalis Brasileira alimentados com diferentes níveis de energia metabolizável (EM). Foram utilizados 40 animais, não castrados com peso corporal médio de 13,47 ± 1,76 kg. Estes foram distribuídos em cinco tratamentos experimentais determinados por diferentes níveis de EM (1,18; 2,07; 2,25; 2,42 e 2,69 Mcal/kg de MS), em delineamento em blocos casualizados, com oito repetições por tratamento. O abate de todos os cordeiros foi realizado logo que a média de peso dos animais de um tratamento atingiu 28 kg. Os consumos, em g/dia, de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e carboidrato fibroso (CF) foram influenciados de forma quadrática (P<0,05) pelos níveis de EM. Comportamento semelhante foi observado para os consumos de MS (g/kg0,75) e FDN (%PC e g/kg0,75). Foi observado efeito linear crescente (P<0,05) para a digestibilidade da MS, matéria orgânica e carboidrato não fibroso, e efeito quadrático (P<0,05) para PB, FDN, e CF. Os tempos de alimentação e ócio (h/dia), e as eficiências de alimentação e ruminação (g FDN/h) apresentaram efeito quadrático (P<0,05), entretanto as eficiências de alimentação e ruminação (g MS/h) aumentaram e o tempo de mastigação total decresceu (P<0,05) com o os níveis de EM. Foi observado efeito linear crescente (P<0,05) sobre o GMD e a EA, porém decrescente (P<0,05) para a CA. O incremento nos níveis de energia influenciou (P<0,05) de modo linear o peso de corpo vazio, perda por jejum, peso e rendimento da carcaça fria, e de maneira quadrática o peso e rendimento da carcaça quente, perda por resfriamento (kg e %) e rendimento biológico. Os pesos absolutos de todos os cortes apresentaram efeito linear crescente (P<0,05) com o aumento dos níveis de EM, assim como os pesos relativos da paleta, perna e fraldinha. A área de olho de lombo avaliada por ultrassom (AOLU), espessura de gordura por ultrassom (EGSU) e a espessura de gordura por ultrassom na lombar apresentaram efeito linear crescente (P<0,05). As medidas in vivo e pós-mortem apresentaram correlação significativa (P<0,05), de moderada a alta. A técnica da ultrassonografia foi precisa, entretanto subestimou as medições de profundidade do Longissimus dorsi e área de olho de lombo, e superestimou a espessura de gordura. Os pesos do coração, PTEL (pulmões, traqueia, esôfago e língua), fígado e baço, em kg, apresentaram efeito linear crescente (P<0,05). Comportamento semelhante foi observado para os pesos do rúmen-retículo (RURE), abomaso (ABO), intestinos delgado (ID) e grosso (IG), e das gorduras perirrenal, omental e mesentérica. Conclui-se que o aumento dos níveis de energia metabolizável influencia o consumo e digestibilidade dos nutrientes, comportamento ingestivo e desempenho. A técnica da ultrassonografia pode ser utilizada para estimar o momento do abate. O incremento nos níveis de EM proporciona maiores pesos dos cortes comerciais e influencia os pesos e rendimentos dos órgãos internos, vísceras e gorduras de cordeiros Somalis Brasileira.
Abstract: The study was conducted to evaluate the digestibility and intake of nutrients, ingestive behavior, average daily weight gain (ADG), feed conversion (FC), feed efficiency (FE),carcass characteristics, commercial’s cutting weight and yield and also internal tissue, weight of gastrointestinal content and compartments of Brazilian Somali lambs fed different levels of metabolizable energy (ME). Forty lambs, non-castrated, with average weight 13.47 ± 1.76 kg were used. Animals were distributed into five experimental treatments determined by different levels of metabolizable energy (1.18, 2.07, 2.25, 2.42 e 2.69 Mcal/kg DM) in a randomized block design with eight replicates per treatment. When the average weight of animals reaches 28 kg per treatment they were slaughtered. The intake (kg/day) for dry matter (DM), crude protein, neutral detergent fiber (NDF), fibrous carbohydrate were determined by square way (P<0.05) considering the ME. Similar behavior were (observed) to the intake of DM (g/kg0,75) and NDF (%BW e g/kg0,75). Were observed a crescent linear effect (P<0.05) to the digestibility of DM, organic matter, carbohydrate non-fibrous and quadratic effect (P<0.05) to crude protein, NDF and FC. The feeding and idle time (h/day), as well, the feed efficiency and rumination (g FDN/h) presented a quadratic effect (P<0.05), however, the feed efficiency and rumination (g DM/h) increased while the total chewing times decreased (P<0.05) through the metabolic energy level. Was observed a crescent linear effect (P<0.05) to ADG and FE, but decreased (P<0,05) to FC. The intake energy’s level influenced (P<0.05) on the linear way the empty body, loss fast, cold carcass weight and yield and by the square way the hot carcass weight and yield, loss by frozen (kg and %) and biological income. The absolute weight of all cutting shown crescent linear effect (P<0.05) with the increase of metabolizable energy levels as well as the weights to shoulder, leg and flank cuts. The ribeye evaluate by ultrasound (AOLU), fat thickness by ultrasound (EGSU) and the fat back thickness shown a linearly effect crescent (P<0.05). The measure in vivo and pós-mortem had a significant correlation (P<0.05), that shown to be moderate until high. The technique of ultrasonography was accurate, however underestimated the depth measurements ribeye and loin eye area, and fat thickness overestimated. The weight of heart, the group of organs lungs, trachea, esophagus and tongue (PTEL), kidney and spleen, in kg, shown a linearly effect (P<0.05). Similar behavior was observed by the weight to the rumen-reticulum (RURE), abomasum (ABO), small (SI) and large (LI) intestines, and perirenal, omental, of heart and mesenteric fats. It’s concluded that the increase of metabolizable energy influenced the intake and digestibility of nutrients, ingestivo behavior, and performance. The ultrasound technique can be used to estimate real kill time. The intake of metabolic energy levels provides higher commercial cuts weight and influences the weight and profit of internal tissue, viscera and fat of the Brazilian Somali lambs.
Descrição: AQUINO, Rebeca Magda da Silva. Parâmetros nutricionais, comportamento ingestivo, desempenho, caracteristicas de carcaça e componentes não carcaça de cordeiros somalis brasileira alimentados com diferentes niveis de energia metabolizável. 2012. 80 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22793
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_rmsaquino.pdf1,62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.