Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22705
Título: L lisina na carcinogênese de epitélios intestinal e urotelial nas ampliações vesicais e ureterosigmoidostomias em ratas
Título em inglês: L lysine in intestinal and urothelial epithelial carcinogenesis of the augmentation of bladderand ureterosigmoidostomy in female rats
Autor(es): Santos, Alessandra Marques dos
Orientador(es): Dornelas , Conceição Aparecida
Palavras-chave: Derivação Urinária
Carcinogênese
Lisina
Focos de Criptas Aberrantes
Coletores de Urina
Data do documento: 15-Fev-2016
Citação: SANTOS, A. M. ; DORNELAS, C. A. (2016)
Resumo: Avalia os efeitos da L lisina na carcinogênese de epitélios intestinal e urotelial nasampliações vesicais e ureterossigmoidostomias em ratas. O total de 66 ratas com nove semanas de idade foi dividido em nove grupos. Os animais dos grupos I, II e III foram submetidas a ampliação vesical com segmento de colo (AV) e tratados com L lisina, celecoxibe e H2O, respectivamente. Os do grupo IV, V e VI foram submetidos a ureterossigmoidostomia (US) e tratados com L lisina, celecoxibe e H2O nesta ordem. Os grupos VII, VIII e IX (controles não operados), receberam L lisina, celecoxibe e H2O, respectivamente. A dose de L lisina foi de 150 mg/kg/peso e o celecoxibe foi de 20 mg/kg/peso. Os efeitos da L lisina no epitélio do colo de ratos submetidos a US foi inicialmente avaliado pela análise de FCA (focos de criptas aberrantes) a microscopia estereoscópica após fixação com formol e coloração pelo azul de metileno. Seguiu-se estudo histopatológico dos epitélios ureterais, cólicos e vesicais em todos os grupos, corados pela hematoxilina e eosina e PAS Alcian Blue. Foram encontrados raros FCA, em todas as ratas com US e na comparação entre os grupos. Não ocorreu diferença estatisticamente significantes entre os grupos. No estudo histopatológico, com hematoxilina e eosina de epitélios cólicos e vesicais de animais com AV, foram observados hiperplasia urotelial leve a moderada em todos os animais submetidos a cistoplastia, em região de anastomoses colovesical e maior número de animais apresentaram “metaplasia transicional” em epitélio glandular intestinal no grupo I (p= 0,045). Não havia células inflamatórias, displasias ou atipias. Nos epitélios de ureter esquerdo e colo das ratas com US, em meio a infiltrado inflamatório constituído por linfócitos, de moderada a acentuada intensidade, havia hiperplasia urotelial de moderada a acentuada, três polipos em distintos ureteres e um polipo inflamatório em colo. Não havia displasias ou atipias. Quanto à coloração pelo Alcian Blue, notou-se importante diminuição de células caliciformes e de mucinas em colo, em todas as ratas operadas. Desta forma, conclui-se que a L lisina não influenciou na carcinogênese do epitélio intestinal das ureterossigmoidostomias em ratas nos tempos e doses, bem como pelo método de avaliação de criptas aberrantes. A L lisina acentuou a “metaplasia urotelial” em segmento intestinal de ampliações vesicais e a hiperplasia transicional no ureter das ratas submetidas a ureterossigmoidostomias.
Abstract: The present study evaluated the effects of L lysine in intestinal and urothelial epithelia in augmentation of bladder and ureterosigmoidostomy in rats.A total of 66 female rats 9 weeks old were split divided in to 9 experimental groups. The animals from groups: I , II and III were subjected to bladder augmentation with colon segment (AV) and treated with L lysine, celecoxib and H2O, respectively. The groups: IV, V and VI were subjected to ureterosigmoidostomy (US) treated with L lysine, celecoxib and H2O in that order. Groups: VII, VIII and IX (non- operated controls) received L lysine, celecoxib and H2O respectively. The dosage of L lysine was 150mg/ kg/ body weight and the celecoxib was 20mg/kg/ body weight. The effects of L lysine on the colon epithelium of rats subjected to US was initially evaluated by analysis Aberrant Cripts Foci (ACF) at stereostopic microscopy, after fixation with formaldehyde and staining with methylene blue. Followed by histopathological study of ureteral epithelium, colonic and bladder in all groups, stained with hematoxylin and eosin and PAS Alcian Blue. Rare ACF were found in all mice with US and compared between groups. There was no statistically significant difference between groupsOn histopathology with hematoxylin and eosin, mild to moderate hyperplasia was observed in intestinal and urothelial epithelia at the site of anastomosis in all animals submitted to cystoplasty (Groups I and III), but transitional metaplasia of the intestinal glandular epithelium was more accentuated in Group I (p=0.045). There were no inflammatory cells, dysplasia or atypia. In epithelia of the left ureter and colon of mice with US a mild inflammatory infiltrate composed of lymphocytes, moderate to severe intensity, had urothelial hyperplasia of moderate to severe intensity in all the ureters, three polyps in different ureters and inflammatory polyps in colon . There were no dysplasia or atypia. The staining with Alcian Blue, noticed an important decrease of goblet cells and mucin in colon in all operated rats. In the histopathology there is similarity in the quality and quantity of injuries. Thus, we conclude that L-Lysine did not influence the carcinogenesis of intestinal epithelia, and urothelial of rats submitted to US and AV with colon segment, at times, doses and methods evaluated.However, the L-lysine stressed the "urothelial metaplasia" in intestinal segment bladder and ureter transitional hyperplasia in rats subjected to ureterosigmoidostomies.
Descrição: SANTOS, A. M. L lisina na carcinogênese de epitélios intestinal e urotelial nas ampliações vesicais e ureterosigmoidostomias em ratas. 2016. 105 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22705
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_amsantos.pdf10,16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.