Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22306
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorArrais Neto, Enéas de Araújo-
dc.date.accessioned2017-03-21T12:04:15Z-
dc.date.available2017-03-21T12:04:15Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationARRAIS NETO, Enéas de Araújo. Dialética, marxismo multidisciplinar e corporeidade. Revista Dialectus, Fortaleza, ano 2, n. 6, p. 177-191, jan./ago. 2015.pt_BR
dc.identifier.issn2317-2010-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22306-
dc.description.abstractThis essay develops a critique of the traditional perspective of Dialectics. Departing from the general caracteristics of dialectics, commonly assumed by Marxist scholars, subsumed in the area of rationality, it presents the author’s version of an enriched and enlarged perspective of an epistemologic theory. In this enlarged and ‘transdiciplinary’ mode, it is considered that we could assemble the achievements of the ‘classical’ dialectics and the contributions of the theories of ‘psique’ brought through the Critical Theory of ‘The Frankfurt School’ and the Phenomenology of Merleau-Ponty, putting together contributions of the studies of uncountiousness and intuition. Although generally considered contradictory, these diverse methodological approaches can, if fact, enrich and enlarge one another by self nourishment.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista Dialectuspt_BR
dc.subjectDialéticapt_BR
dc.subjectEpistemologiapt_BR
dc.subjectGnosiologiapt_BR
dc.titleDialética, marxismo multidisciplinar e corporeidadept_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEste texto ensaístico apresenta as primeiras aproximações de uma reflexão que pretende rearticular elementos chave metodológico da perspectiva tradicional da Dialética Marxista. Parte-se da compreensão de que o enfoque tradicional vigente da concepção metodológica e epistemológica da Dialética expressa uma matiz racionalista com forte base objetivista, representada pela prioridade dada à Economia Política Crítica, como elemento central da análise social. Resumidamente, esse enfoque tradicional refere à Ação Social ou a Ação Pessoal dos sujeitos sociais a seus conteúdos de classe ou a referências históricas racionalmente definidas, desconsiderando aspectos claramente verificáveis, e que se faz necessário considerar da ordem dos afetos, da emoção e de outros campos normalmente referidos ao inconsciente. A teleologia da ação humana se configuraria, dessa forma, no campo definido pela racionalidade social ou razão pessoal articulada a partir do histórico-social, excluindo fatores pessoais tidos como irracionaisque efetivamente definem aspectos centrais da ação social e política dos sujeitos históricos. Metodologicamente, o artigo se conforma como estudo teórico bibliográfico, cotejando obras de vários autores no sentido de vislumbrar a unidade possível entre elementos comumente tidos como opostos ou como contraditórios, se enfocados a partir da lógica não totalizadora da ação humana. Desenvolve-se a ideia de que a Dialética tradicional com toda a riqueza metodológica que representa, e consideradas suas contribuições interdisciplinares está limitada à perspectiva da consciência entendida como racionalidade consciente, considerando os aportes da psicanálise e da fenomenologia de Merleau-Ponty que podem representar contribuições inovadoras e enriquecedoras à Dialética, em seu caráter de Metodologia, teoria epistemológica e gnosiológica, pela consideração do ‘Inconsciente’ e da ‘Intuição Selvagem’, sugeridos pela psicanálise e pelos estudos de Merleau-Ponty.pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_art_earraisneto.pdf164,13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.