Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1834
Title in Portuguese: Pré-concepção e prática anticoncepcional de mulheres portadoras de diabetes mellitus : avaliação de impacto
Title: Contraceptive practical and pre-conception on of carrying women of diabetes mellitus : impact evaluation
Author: Evangelista, Danielle Rosa
Advisor(s): Moura , Escolástica Rejane Ferreira
Keywords: Planejamento Familiar
Diabetes Mellitus
Issue Date: 2009
Citation: EVANGELISTA, D. R. Pré-concepção e prática anticoncepcional de mulheres portadoras de diabetes mellitus : avaliação de impacto. 2009. 96 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.
Abstract in Portuguese: O Planejamento Familiar (PF) de mulheres portadoras de Diabetes Mellitus (DM) guarda especificidades, tendo os profissionais que lidar com as particularidades deste grupo, com risco reprodutivo significativo. Portanto, são mulheres que têm indicação de Métodos Anticoncepcionais (MAC) de elevada eficácia, contra-indicação de determinados MAC em face da doença e/ou do tratamento medicamentoso para o DM, e planejamento da concepção acompanhado de adequado controle da referida patologia. O objetivo geral foi avaliar o impacto da assistência oferecida a mulheres portadoras de DM em pré-concepção e anticoncepção. Os objetivos específicos incluíram: descrever repercussões vivenciadas no processo de engravidar, gestar e parir no perfil obstétrico de mulheres portadoras de DM; identificar o conhecimento de mulheres portadoras de DM sobre cuidados a serem tomados na pré-concepção e sobre riscos maternos e fetais; verificar o conhecimento de mulheres portadoras de DM sobre MAC apropriados a essa condição e analisar a adequação do uso de MAC por mulheres vivendo com DM, tomando por base o perfil da patologia. Estudo avaliativo, transversal, realizado com 107 mulheres acompanhadas em centro de referência para DM de Fortaleza-CE. Os dados foram coletados por meio de entrevista, de março a julho de 2009. Foi realizada análise estatística simples, utilizando frequência absoluta e relativa, média (χ), desvio padrão (S) e Intervalos de Confiança (IC). As falas das mulheres foram analisadas conforme Técnica de Análise de Conteúdo proposta por Minayo. Para avaliar o impacto da assistência em pré-concepção e anticoncepção, foram elaborados os indicadores de impacto: percentual de mulheres que conhecem os MAC indicados para a condição de ser portadora de DM e estão em uso desses MAC; percentual de mulheres informadas sobre os riscos maternos e fetais do DM e sobre as medidas a serem tomadas na pré-concepção; percentual de mulheres que engravidaram e não apresentaram complicações relacionadas ao DM. Para avaliar o conhecimento das mulheres, foi utilizada escala tipo likert da Classificação dos Resultados de Enfermagem (NOC). O projeto de pesquisa foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, segundo Resolução no. 196/96, aprovado conforme protocolo nº 27/09 e as participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. As mulheres apresentaram média de idade de 25,7 anos, predomínio de relacionamento com parceiro fixo, renda per capita média de R$ 200,00; 90 (84,1%) tinham DM tipo 1, com média de 11,3 anos de diagnóstico. O perfil obstétrico mostrou-se marcado por repercussões possíveis de associação ao DM; 45 (42,1%) mulheres apresentaram conhecimento moderado sobre os cuidados pré-concepcionais (variou de nenhum conhecimento a conhecimento extenso) e 59 (55,1%) apresentaram conhecimento limitado em relação aos riscos maternos e fetais (variou de nenhum a conhecimento moderado); 76 (71%) desconheciam os MAC indicados para mulheres portadoras de DM (este variou de nenhum a moderado), sendo que 104 (97,2%) estavam em uso de MAC e destas 12 (11,6%) utilizavam MAC contra-indicados em detrimento do DM ou MAC que poderiam potencializar riscos. Concluiu-se que mulheres portadoras de DM necessitam de atenção anticonceptiva eficaz e de acompanhamento para monitorização do DM para que a gestação aconteça em melhor momento clínico. Destaca-se a relevante necessidade de que estes conhecimentos cheguem ao nível extenso, para garantir às mulheres portadoras de DM conhecimento e, assim, uma prática pré-concepcional e anti-anticoncepcional segura.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1834
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_dis_drevangelista.pdf1,15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.