Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17034
Title in Portuguese: Utilização do farelo de castanha de caju como suplemento alimentar em dietas de ovinos
Title: Cashew nut meal used as feed suplement in diets for lambs
Author: Costa, Joaquim Bezerra
Advisor(s): Cândido, Magno José Duarte
Co-advisor(s): Carneiro, Maria Socorro de Souza
Keywords: Zootecnia
Ovino - Alimentação e rações
Ovinos - Nutrição
Nutrição animal
Issue Date: 2012
Citation: COSTA, J. B. (2012)
Abstract in Portuguese: O presente estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a influência da suplementação com o farelo de castanha de caju (FCC) para ovinos, recebendo feno de capim Tifton 85 (Cynodon sp.) como volumoso exclusivo. Foram avaliadas variáveis de consumo, digestibilidade, balanço de nitrogênio e o comportamento ingestivo destes animais. Para isso, utilizou-se vinte e quatro ovinos machos, não-castrados, sem padrão racial definido (SPRD) e com peso corporal (PC) médio de 16,2 + 3,1 kg que foram alojados em gaiolas metabólicas. Os animais receberam uma ração controle, constituída exclusivamente por feno de capim Tifton 85. Utilizou-se a suplementação com FCC em três diferentes níveis, representando 6, 12 e 18% do total da ração fornecida, com seis repetições por nível de suplementação avaliada. As variáveis experimentais foram submetidas à análise de variância e regressão utilizando-se o SAS versão 9.1 por meio da rotina PROC GLM. Foram observados os efeitos lineares, quadráticos e cúbicos a partir da análise de variância. As equações de regressão foram ajustadas quando se observou um nível de significância P<0,05, utilizando-se o PROC REG SAS (9.1). A suplementação com o FCC não promoveu influência sobre os consumos de MS e MO expressos em g/dia (P>0,05). Também não foi detectado efeito da suplementação com FCC sobre os consumos de FDN e CT expressos em g/dia e g/kg PC0,75 (P>0,05). Já para o consumo de PB (P=0,0137) e EE (P<0,0001) expressos em g/dia, bem como os consumos de MS (P=0,0180) e MO (P=0,0122) em g/kg PC0,75, foi observado influência da suplementação com FCC, apresentando efeito linear crescente. Os coeficientes de digestibilidade da MS, MO, EE, FDN e CT sofreram efeito quadrático com a suplementação do FCC (P<0,0001). Já a digestibilidade da PB sofreu efeito linear ascendente com a suplementação de referido subproduto às rações (P<0,0001). A suplementação com o FCC também promoveu influência sobre o consumo de N (P=0,0137), N retido (P<0,0001) e sobre o Balanço de N (P=0,0002). O consumo e a retenção de N sofreram efeito linear crescente com o aumento da suplementação de FCC. O mesmo comportamento foi observado para o balanço de nitrogênio. Para o comportamento ingestivo dos ovinos, a suplementação com o FCC não promoveu diferenças significativas entre os tratamentos experimentais para os tempos despendidos com alimentação, ruminação, tempo de mastigação total e ócio (em horas), eficiência de alimentação e ruminação, expressas em gramas de MS/h e gramas de FDN/h, número de bolos ruminais por dia e no número de mastigações merícicas por dia (P>0,05). Já para o número de bolos ruminais por dia, houve efeito linear crescente com a suplementação de FCC (P=0,0398). Todavia, para tempo despendido em mastigações merícicas por dia houve efeito linear decrescente com a suplementação do FCC (P=0,0072). A suplementação com FCC em até 18% do total da ração, para ovinos recebendo feno de Tifton 85 como volumoso exclusivo, eleva o consumo de PB e EE, além de aumentar os coeficientes de digestibilidades destes nutrientes dietéticos. Entretanto, com o nível de suplementação de 18% de FCC, há redução na digestibilidade da MS, MO, FDN e CT. Ovinos em crescimento, recebendo feno de capim Tifton 85 como volumoso exclusivo e suplementados com FCC em até 18% do total da ração, não apresentam mudanças no comportamento ingestivo.
Abstract: The effects of supplementation with cashew nut meal (CNM) for sheep fed Tifton 85 (Cynodon sp.) grass hay as exclusive forage were evaluated on intake, digestibility, nitrogen balance and ingestive behavior of these animals. For this, we used twenty four male sheep, non-castrated, without defined breed and with an initial body weight (BW) of 16.2 + 3.1 kg and they were housed in metabolic cages. The animals received a control diet consisting basically of Tifton 85 hay. The CNM was used as supplementation to diets at three different levels, representing 6, 12 and 18% of the total feed supplied, with six replicates per supplementation level evaluated. The experimental variables were subjected to variance analysis and regression using SAS version 9.1 by the PROC GLM routine. We observed the linear, quadratic and cubic effects from the variance analysis. The regression equations were adjusted when there was a significance level of P<0.05, using SAS PROC REG (9.1). The CNM supplementation did not cause influence on dry matter (DM) and organic matter (OM) intake expressed in g/day (P> 0.05), neutral detergent fiber (NDF) and total carbohydrates (TC) intake expressed in g/day and g/kg BW0,75 (P> 0.05). As for crude protein (CP) intake (P = 0.0137) and ether extract (EE) (P <0.0001) expressed in g/day, and the DM (P = 0.0180) and OM (P = 0.0122) expressed in g/kg BW0,75, was observed influence of CNM supplementation, with increasing linear effect. The digestibility of DM, OM, EE, NDF and CT showed a quadratic effect with the CNM supplementation (P<0.0001). The CP digestibility showed an increasing linear effect with the CNM supplementation to diets (P<0.0001). The CNM supplementation also promoted influence on nitrogen (N) intake (P=0.0137), N retention (P<0.0001) and on the N balance (P=0.0002). The N intake, N retention and N balance showed an increased linear effect with the increasing in the CNM supplementation. For the ingestive behavior, CNM supplementation did not cause significant differences for time spent on eating, ruminating, total chewing time and leisure time (in hours), eating and ruminating efficiency expressed as grams of DM/h grams of NDF/h, number of ruminal bolus per day and number of chews (P>0.05). The number of ruminal bolus per day, was observe an increased linear effect with the CNM supplementation (P=0.0398). However, the time spent for chews per day it was observed a decreased linear effect with the CNM supplementation (P=0.0072). The CNM Supplementation up to 18% of the total diet for sheep fed Tifton 85 hay as roughage exclusive cause an increase for CP and EE intake, and increased the digestibility coefficients of these dietary nutrients. However, for the level of 18% of CNM supplementation there is reduction in digestibility of DM, OM, NDF and TC. Growing sheep fed with grass hay Tifton 85 as only forage source and supplemented with CNM up to 18% of the total diet do not show marked changes in ingestive behavior.
Description: COSTA, Joaquim Bezerra. Utilização do farelo de castanha de caju como suplemento alimentar em dietas de ovinos. 2012. 44 f. Tese (doutorado em zootecnia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17034
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGZO - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_tese_jbcosta.pdf389,45 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.