Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16192
Título: Indicações para a construção de um modelo organizacional para inserção competitiva dos pequenos produtores de castanha de caju do Ceará no mercado globalizado
Título em inglês: Indications for the construction of organizacional model for competitive insertion of the small producers of cashew nuts of the Ceará in the globalized market
Autor(es): Costa, Larisse Oliveira
Orientador(es): Bastos, Marta Maria de Mendonça
Palavras-chave: Logística
Pobreza
Sistemas agroindustriais
Cadeia produtiva
Desigualdade econômica
Data do documento: 13-Ago-2008
Citação: COSTA, L. O. (2008)
Resumo: O modelo de desenvolvimento adotado pelo Brasil a partir da intensificação da industrialização, ocorrida na década de 30 do século passado, prioriza o crescimento econômico com base industrial urbana. Estendido à região Nordeste via SUDENE e ao estado do Ceará, este modelo trouxe como conseqüências: exacerbada concentração de renda, êxodo rural, aumento das desigualdades sociais e da pobreza, além da exclusão do mercado formal da maior parte da população economicamente ativa - PEA do país. Parece óbvio que ele não serve ao conjunto da sociedade e precisa ser modificado. A melhor forma de fazê-lo é através da promoção do desenvolvimento local endógeno. Uma das formas de operacionalizar o desenvolvimento local endógeno é organizar a atividade econômica de pequenos produtores rurais através de cooperativas de modo a torná-los ativos como agentes econômicos. Nesta pesquisa analisa-se uma das principais cadeias de produção locais – a cadeia da amêndoa de castanha de caju - ACC, na qual os pequenos produtores rurais respondem pela maior parte da produção da matéria prima básica. Contudo, eles não receberem benefícios compatíveis com a sua importância, ficando à margem da inclusão econômica e social, pois são os atravessadores e os processadores que auferem a maior parte do lucro gerado pela cadeia. Para que esta cadeia contribua de uma maneira notória para a melhoria da qualidade de vida destes produtores é necessário haver equilíbrio entre seus elos internos e integração com o seu ambiente externo, além de organização e gerenciamento adequados para que ela se torne competitiva no mercado mundial. Neste contexto, apresenta-se um modelo organizacional operacional, visando contribuir para inserção competitiva de pequenos produtores de castanha do estado do Ceará no mercado globalizado. Tem-se como base os conceitos de pobreza, desigualdade, agricultura, agronegócio, sistemas agroindustriais, cadeias produtivas, suplly chain, suplly chain management, integração, cooperação e cooperativas. O modelo propõe estruturar o conjunto e seus três principais segmentos internos da cadeia para que atuem de forma sistêmica, integrada, organizada e coordenada, estimulando assim, o desenvolvimento da cadeia, e contribuindo para que os pequenos produtores de castanha de caju no Ceará passem também a processá-la, e a receber benefícios proporcionais aos riscos e incertezas intrínsecos aos seus negócios
Abstract: The development model adopted by Brazil as a result of industrial growth during the decade of 30 of last century, gives priority to the economical growth based on urban industry. Spreading out to the Northeast region via SUDENE and to the state of the Ceará, as a result this model brought intensified concentration of income, rural exodus, increase of social inequalities and of poverty, besides the exclusion of the formal market and of most of the economically active population (PEA) of the country. It seems obvious that it does not serve society as a whole and needs to be modified. The best form of doing it is by promoting local endogenous development. One of the forms of putting into operation this local endogenous development is by organizing the economic activity of small rural producers through cooperatives as a way of making them active economic agents. This research analyzes one of the principal local chains of production – the chain of the cashew nut (ACC), in which the small rural producers answer for most of the production of the basic raw material. Nevertheless, they did not receive compatible benefits with in relation to its importance, putting them on the border of economic and social inclusion, since the middlemen and the processors derive most of the profit produced by the chain. In order for this chain to contribute in a publicly-known way to improve the quality of life of these producers it is necessary have a balance between their internal links and integration with their external environment, besides adequate organization and management in order to become competitive in the world-wide market. In this context, a well-organized and operational model is introduced, aiming to contribute to competitive insertion of small producers of cashew nuts of the state of the Ceará into the world market. As a base we have the concepts of poverty, inequality, agriculture, agrobusiness, agroindustrial systems, productive chains, supply chains, supply chain management, integration, cooperation and cooperatives. The model proposes to structure three principal internal segments of the chain in order to act in a systematic form, integrated, organized and coordinated, thus stimulating, the development of the chain, and contributing n such a manner that the small producers of cashew nuts in Ceará also begin to process it, and to receive benefits proportional to the risks and intrinsic uncertainties associated with their businesses
Descrição: COSTA, L. O. Indicações para a construção de um modelo organizacional para inserção competitiva dos pequenos produtores de castanha de caju do Ceará no mercado globalizado. 2008. 115 f. Dissertação (Mestrado em Logística e Pesquisa Operacional) – Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16192
Aparece nas coleções:GESLOG - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_locosta.pdf894,29 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.