Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15792
Título em portugués: Exposição a agrotóxicos e fertilizantes químicos : agravos à saúde dos trabalhadores no agronegócio do abacaxi, em Limoeiro do Norte-CE
Título em inglés: Exposure to pesticides and chemical fertilizers : health hazards to workers in agribusiness Pineapple, Lemon tree in North-CE
Autor: Alexandre, Severino Ferreira
Tutor(es): Rigotto, Raquel Maria
Cotutor(es): Pinheiro, Tarcísio M. M.
Palabras clave : Saúde do Trabalhador
Fertilizantes
Praguicidas
Fecha de publicación : 2009
Citación : ALEXANDRE, S. F. Exposição a agrotóxicos e fertilizantes químicos : agravos à saúde dos trabalhadores no agronegócio do abacaxi, em Limoeiro do Norte-CE. 2009. 157 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.
Resumen en portugués: O uso intensivo de agrotóxicos e fertilizantes ocasiona danos ambientais e intoxicação humana. Em humanos, essa intoxicação se manifesta por vários sinais e sintomas. No município de Limoeiro do Norte-CE, os trabalhadores do agronegócio do abacaxi queixam-se de problemas de saúde devido à exposição aos agroquímicos em suas atividades laborais. O objetivo deste estudo é caracterizar os agravos à saúde humana entre os trabalhadores do agronegócio do abacaxi expostos ao uso de agrotóxico-fertilizantes químicos no município de Limoeiro do Norte, localizado no Vale do Jaguaribe-CE. Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com amostragem intencional, composta de 75 pessoas mobilizadas por redes sociais, utilizando abordagem metodológica quantitativa e qualitativa. Realizou-se a aplicação de um formulário estruturado, contendo dados socioeconômicos, hábitos de vida, história pregressa familiar, caracterização do trabalho, exposição do trabalhador, orientações para o trabalhador em área de uso de agrotóxicos e medidas de controle do risco adotadas pela empresa, relações de trabalho, caracterização clínico-toxicológica, história clínica e exame físico. O processamento dos dados ocorreu no Ele info 6, versão 6.04 d, e a análise, no Stata, versão 9, considerando intervalo de confiança de 95% e valor de P < 0,05. Pela complexidade do objeto em estudo, realizou-se abordagem qualitativa, efetivando-se uma visita a uma empresa do agronegócio e dois grupos focais. Para interpretação dos sentidos atribuídos pelos informantes ao fenômeno investigado, foi realizada uma leitura aprofundada das falas nos grupos focais. A amostra é caracterizada por adultos jovens, do sexo masculino, com faixa etária entre 19 e 43 anos, renda familiar de 1 a 2 salários mínimos em 80,3%. Houve negatividade de 88,0% e de 44,0% para o uso de tabaco e bebida alcoólica respectivamente. Cerca de 50,6% dos trabalhadores rurais entrevistados tinham mais de 13 anos de atividade laboral na agricultura e, destes, 82,6% eram assalariados, tendo de 1 a 4 anos na empresa. Entre os entrevistados, 94,6% afirmaram contato com os agrotóxicos/fertilizantes, sendo que 56,6% consideraram ser indireto. A quase totalidade (98,6%) considerou que o contato poderia causar mal à saúde, 68,0% não souberam dizer a qual agrotóxico foram expostos, e 48,0% a qual fertilizante. Dos trabalhadores, 64,0% afirmaram ter algum problema de saúde, sendo que 34,7% referem de 1-4 sintomas e 18,7% entre 5 e 8 sintomas. Os problemas de saúde relacionados a sintomas gerais foram 67,0%: 63,0% neurológicos e 59,0% oculares. A cefaleia foi referida por 31,0%, e o ardor ocular, por 45,0%. Os exames de colinesterase plasmática apresentaram-se todos normais; as alterações das provas de funções hepáticas foram de 53,0%; 13,0% de TGO, 23,5% da TGP e 14,7% de Gama GT. Para a Gama GT, foram observados valores de 107 U/L a 329 U/L em dois trabalhadores. Os valores da FA acima do normal foram em 19,0% dos exames analisados. Entre as bilirrubinas, destacou-se a BD, com 13,0% acima dos valores considerados normais. Clinicamente, foram encontradas doenças da pele em 28,0% da amostragem; queixas respiratórias em 11,0%; queixas osteomusculares em 18,0% e hipertensão de grau leve em 6,7%. As queixas clínicas associadas aos sinais e sintomas referidos e alterações de alguns exames laboratoriais dos entrevistados são de intoxicação crônicas e/ou agudas. Portanto a exposição a agrotóxico e a fertilizantes pode causar agravos à saúde dos trabalhadores do agronegócio do abacaxi em Limoeiro do Norte-CE. Estudos prospectivos visando a mensurar o impacto dos agroquímicos na vida dos trabalhadores e no sistema de saúde se fazem necessários.
Resumen en inglés: The intensive use of pesticides and fertilizers cause environmental damage and human poisoning. In humans they can cause poisoning which is manifested by several signs and symptoms. In the town of Limoeiro do Norte-CE/BRAZIL, workers in the pineapple agribusiness area, complain about health problems due to exposure to pesticides in their activities. The objective is to characterize the human health problems among workers exposed to pineapple agribusiness uses of pesticides, chemical fertilizers, in the town of Limoeiro do Norte-CE/BRAZIL, located in the valley of Jaguaribe-CE/BRAZIL. This is a descriptive study, with purposive samples, consisting of 75 people mobilized by social networks, using the quantitative and qualitative methodology. We carried out the implementation of a structured form containing data on socioeconomic, lifestyle, family medical history, characteristics of work, worker exposure, guidelines for field workers in pesticide use area and risk control measures adopted by the company, work relationship, clinical and toxicological characteristics, medical history and physical examination. The data processing occurred in Ele info 6, version 6.04 d, and the analysis in Stata version 9. Considering confidence interval of 95% and P value <0.05. Due to the complexity of the object under study, there was a qualitative approach, resulting to a visit to an agribusiness company and two focus groups. For interpretation about the significance attributed by informants to the investigated phenomenon, we performed a thorough reading of the speeches of focus groups. The sample is characterized by young adults, male, aged between 19 to 43 years. With family incomes from 01 to 02 minimum wages by 80.3%. There was negativity of 88.0% and 44.0% for tobacco use and alcohol consumption. About 50.6% of workers surveyed said they had more than 13 years of labor activity in agriculture, and from these 82.6% were employed, with one to four years in the company. Among the respondents, 94.6% reported contact with pesticides/fertilizers, and 56.6% considered to be indirect. Almost all (98.6%) thought that contact would cause harm to health and that 68.0% could not say to which pesticides they had been exposed to and 48.0% were exposed to fertilizers. 64.0% of workers reported having some health problem, while 34.7% reported symptoms of 1-4 and 18.7% of 5-8 symptoms. Health problems related to general symptoms were 67.0%, neurological 63.0% and 59.0% eyes problems. Headache was reported by 31.0% and 45.0% for ocular burning. The tests showing plasma cholinesterase were all normal, changes in liver function tests were 53.0%, 13.0% of SGOT, SGPT of 23.5% and 14.7% of the Gamma GT. For Gamma GT, values were observed from 107 U/L to 329 U/L in two workers. The values of the FA above normal were in 19.0% of the analyzed exams. Among the bilirubins, the BD was stood out with 13.0% above the normal range. Clinically, skin disease was found in 28.0% of samples; respiratory complaints in 11.0%, 18.0% of musculoskeletal complaints and mild hypertension in 6.7%. The clinical complaints associated with signs and symptoms reported and changes in some laboratory tests by the interviewees are the chronic or acute intoxication. Therefore, exposure to pesticides and fertilizers can be detrimental to the health of workers in the pineapple agribusiness in Limoeiro do Norte-CE/BRAZIL. Prospective studies aimed at measuring the impact of pesticides on workers and on the health system are needed.
URI : http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15792
metadata.dc.type: Dissertação
Aparece en las colecciones: DSC - Dissertações defendidas na UFC

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
2009_dis_sfalexandre.pdf2,43 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.