Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15418
Title in Portuguese: Satisfação e insatisfação no ambiente de trabalho e sua forma de expressão: o caso dos servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Ceará
Author: Lopes, Ana Lúcia Vitoriano
Advisor(s): Maciel, Terezinha de Jesus Pinheiro
Keywords: Comportamento organizacional
Compromisso (Psicologia)
Ambiente de trabalho
Motivação no trabalho
Issue Date: 2005
Citation: LOPES, Ana Lúcia Vitoriano. Satisfação e insatisfação no ambiente de trabalho e sua forma de expressão: o caso dos servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Ceará. 2005. 210 f. ; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado, Fortaleza-CE, 2005.
Abstract in Portuguese: Este trabalho concentra-se em investigar o comportamento do servidor técnicoadministrativo da Universidade Federal Ceará e a sua relação com a administração universitária no que se refere à atividade-meio. Tendo como objetivo investigar no comportamento dos servidores os fatores que influenciam na satisfação e insatisfação e a sua forma de expressão, estabelecendo-se, a partir daí, uma relação com os fatores de comprometimento do servidor com a instituição. Para tanto, realizou-se pesquisa bibliográfica referente ao fator humano nas organizações que incluiu revisão sobre os seguintes tópicos: traços da cultura organizacional que influenciam o desempenho organizacional, aspectos do comportamento humano relacionados aos fatores de satisfação e insatisfação e, por fim, o comprometimento organizacional. Foram investigados 223 servidores, estratificados conforme a estrutura de cargos (nível de apoio, intermediário e superior), distribuídos em nove estratos constituídos a partir das áreas de trabalho, aglomeradas dentro de uma mesma área de conhecimento, tendo como referência a estrutura orgânica da universidade. A estratificação permite identificar comportamentos diferenciados ou comuns sobre o objetivo do estudo. Com relação aos procedimentos metodológicos, trata-se de um estudo descritivo e exploratório; a abordagem técnica utilizada foi o levantamento survey; e o método para selecionar os servidores foi a amostra aleatória estratificada. O número de servidores para selecionar a amostra foi proporcional ao número total de servidores no estrato, e a análise dos resultados foi predominantemente de natureza quantitativa, complementada pela análise qualitativa. O instrumento utilizado foi um formulário elaborado de forma estruturada, delineado em três partes. Inicialmente a pesquisa utilizou 64 afirmativas sobre questões de satisfação laboral, adaptadas do instrumento de Meliá e Peiró (1998) e de indicadores construídos a partir da revisão teórica realizada. A segunda parte permitiu o estudo do comportamento humano em relação ao comprometimento organizacional. Nesta pesquisa foi utilizado um instrumento reduzido com 28 indicadores de comprometimento, adaptado do modelo de Meyer, Allen e Smith (1993) e do modelo de O’Reilly e Chatman (1986). O levantamento de dados permitiu uma avaliação dos níveis de satisfação e insatisfação dos servidores, relativos aos fatores intrínsecos e extrínsecos do trabalho nas seguintes áreas: organização, gestão e supervisão, cultura e valores, remuneração e segurança e benefícios e recompensas e, ainda, a identificação dos componentes afetivo, afiliação, instrumental, normativo e recompensa do comprometimento organizacional, em que cada uma destas áreas contém um bloco de afirmativas. Visando uma maior confiabilidade dos resultados, esses foram analisados primeiramente levando em consideração cada item de afirmativas, em seguida, por bloco de afirmativas e, ainda, de acordo com o nível do servidor. Os resultados revelam variações de acordo com o nível do servidor na estrutura de cargos e permitem conclusões relevantes quando do cruzamento de alguns itens. No entanto, os resultados demonstram um comportamento de apatia e indiferença significativa; maior satisfação na variável ambiente de trabalho e maior insatisfação nas variáveis remuneração e segurança, recompensas e benefícios e maior envolvimento do servidor na organização, com relação aos componentes do comprometimento afetivo e normativo.
Abstract: This study was meant to investigate the discrepancy observed among the theories of the organizational behavior which search for better work for the individuals as well as what happens, in practice, with the employees that carry out technical-administrative activities at the Federal University of Ceará. The investigation, tried to identify the factors which influence the work’s satisfaction and dissatisfaction, focusing on the variables which explain this process and the way it has been expressed by the worker. In a second moment, it tried to identify the factors of organizational commitment, aiming to confirm the identified results in the first part of the research. Two hundred and twenty three employees were investigated and stratified according to the structure of their positions (supporting, intermediate and superior levels), distributed in nine extracts constituted initially from the work areas, heaped in the same knowledge area, having as reference the organic structure of the university. The objective of that stratification was to identify the different and the common behaviors about the objective of the study. The technical approach used was the survey and the method to select the employees was a random stratified sample. The number of employees used in the sample selection was proportional to the total number of employees in the extract and the analysis of the results was of quantitative predominant nature complemented by the qualitative analysis. The instrument used was a questionnaire outlined in three parts. Initially the research used 64 affirmatives related to the matters of working satisfaction adapted from the instrument of Meliá & Peiró (1998) and from indicators construct from a theoretical review made. The second part allowed the study of the human behavior in relation to the organizational commitment. A reduced instrument was used with 28 compromising indicators, adapted from the model of Meyer, Allen and Smith (1993), and from the model of O’Reilly and Chatman. The gathering of data allowed an evaluation of the satisfaction and dissatisfaction factors of the employee about the following variables: organization; management and supervision; culture and values; remuneration and safety and finally benefits and rewards; and also the identification of the affective, affiliation, instrumental, normative and reward components of the organizational commitment, each one of these variables contains a set of affirmatives. Seeking a larger reliability of the results, these were analyzed firstly considering each item of the affirmatives being followed by a block of affirmatives, and yet according to the employee level. Results show variations, according to the employee’s level in the post’s structure and they allow relevant conclusions when it was match some items. However, the results demonstrate a significant behavior of apathy and indifference; greater satisfaction in the variable of work environment and greater dissatisfaction in the variables remuneration and safety; rewards and benefits and higher level commitment of the affective affiliation components. The relevance of this work is justified in the sense of contributing with the administration of the IES in the search of an improvement of the organizational policies and of the level of satisfaction of the employees.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15418
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_dis_alvlopes.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.