Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15330
Title in Portuguese: Ensaios sobre Eficiência Técnica e Produtividade Total dos Fatores da Agricultura dos países do Mercosul e da América do Sul
Author: Morais, Gabriel Alves de Sampaio
Advisor(s): Tabosa, Francisco José Silva
Co-advisor(s): Costa, Edward Martins
Keywords: Produtividade total dos fatores
Fronteira estocástica de produção
Eficiência técnica
Variação tecnológica
Índice de malmquist
Issue Date: 2015
Citation: MORAIS, Gabriel Alves de Sampaio. Ensaios sobre Eficiência Técnica e Produtividade Total dos Fatores da Agricultura dos países do Mercosul e da América do Sul. 2015. 60 f.: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Departamento de Pós-Graduação em Economia Rural, Fortaleza-CE, 2015.
Abstract in Portuguese: Esta dissertação é composta por dois artigos que abordam a produtividade total dos fatores (PTF) e sua decomposição por meio do Índice de Malmquist nos componentes de variação de eficiência técnica e variação tecnológica. O primeiro capítulo analisa a Produtividade Total dos Fatores (FTP) e a evolução da eficiência técnica dos produtos agrícolas para os países da América do Sul no período 1991-2010 coincidindo assim com a formação do MERCOSUL (Mercado Comum do Sul). Para isso, estimou-se uma fronteira de produção estocástica e em seguida calculou-se o índice de Malmquist, que capta a decomposição da produtividade total dos fatores em duas componentes. Verificou-se também se a formação desse bloco econômico contribuiu para que os países membros apresentassem maiores níveis de produtividade total dos fatores em decorrência da abertura comercial, em relação aos os países que não fazem parte do acordo. Os resultados mostraram que a formação da área de livre comércio não foi suficiente para que esse grupo de países obtivessem maior desempenho em relação aos países não membros do MERCOSUL. Destaca-se ainda que o Brasil foi o único país a obter ganhos de produtividade, 7,13%. No segundo capítulo é realizada uma comparação de duas fronteiras estocásticas de produção, uma na forma mais restritiva Cobb-Douglas, que possui retornos constantes de escala e elasticidade de substituição igual a unidade, e uma na forma Translog, menos restritiva quanto aos retornos de escala. A hipótese é que por ser mais flexível, os escores dos componentes da PTF sejam mais próximos da unidade. As análises foram para um conjunto de 12 países da América do Sul no período de 1991 a 2010. Os resultados apontaram que do ponto de vista da produtividade total dos fatores, o modelo Translog foi mais eficiente e que seus escores se aproximaram mais da unidade, corroborando a literatura da área. Ademais, do ponto de visto econométrico, a estimação da fronteira Cobb-Douglas apresentou coeficientes mais consistentes e com sinais esperados.
Abstract: This thesis consists of two articles that address the total factor productivity (TFP) and its decomposition through the Malmquist Index of technical efficiency variation of components and technological change. The first chapter analyzes the Total Factor Productivity (FTP) and the evolution of technical efficiency of agricultural products to the countries of South America in the period from 1991 to 2010 thus coinciding with the formation of MERCOSUR (Southern Common Market). There is also the formation of this economic bloc contributes to the member countries present greater overall productivity levels of the factors as a result of trade liberalization, rather than with countries that are not part of the agreement. For this, it estimated a stochastic production frontier and then calculated the Malmquist index, which captures the decomposition of total factor productivity into two components. The results showed that the formation of the free trade area was not enough for this group of countries obtain higher performance for countries not MERCOSUR members. It is noteworthy also that Brazil was the only country to achieve productivity gains, 7.13%. In the second chapter is performed a comparison of two different stochastic frontier production, the more narrowly Cobb-Douglas, which has constant returns to scale and elasticity of substitution equal to unity, and one in Translog, less restrictive regarding returns scale. The hypothesis is that by being more flexible, scores of TFP components are closer to the unit. The analysis is for a set of 12 countries in South America from 1991 to 2010. The results pointed to the literature as to the values of scores Translog model. Moreover, the estimation of the Cobb-Douglas frontier had more consistent and expected signs coefficients.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15330
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_gasmorais.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.