Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15078
Title in Portuguese: Resposta estratégica às mudanças climáticas globais: o caso de duas multinacionais do setor de alumínio
Author: Cunha, Larissa Teixeira da
Advisor(s): Abreu, Mônica Cavalcanti Sá de
Co-advisor(s): Barin-Cruz, Luciano
Keywords: Responsabilidade social da empresa
Mudanças climáticas
Empresas multinacionais
Issue Date: 2012
Citation: CUNHA, Larissa Teixeira da. Resposta estratégica às mudanças climáticas globais: o caso de duas multinacionais do setor de alumínio. 2012. 121 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Mestrado Acadêmico em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2012.
Abstract in Portuguese: As mudanças climáticas, como uma questão global em suas causas e conseqüências, exigem cooperação e liderança internacional. Neste contexto, as corporações multinacionais desempenham um papel especial à medida que operam a nível mundial e lidam com diversas questões, atores e contextos institucionais. O grande desafio climático para as empresas refere-se à capacidade de reduzir os custos e riscos associados ao negócio, o que a empresa pode obter através do desenvolvimento de uma estratégia mais ampla e clara apta a encarar a transição para um mercado de carbono restrito e a perceber novas e exclusivas oportunidades. Desse modo, este trabalho possui como objetivo de pesquisa identificar e comparar as respostas estratégicas de duas corporações multinacionais do setor de alumínio às mudanças climáticas globais a partir de suas subsidiárias, estando uma localizada no Canadá e outra no Brasil. Para tanto, foi elaborado um framework conceitual explicitando os principais drivers (estabelecimento e evolução das regulações, requisitos competitivos e percepção do público) e passos (exposição empresarial ao carbono, tomada de ação – estratégias, e influência sobre o processo político – estratégias políticas) envolvidos na construção de estratégias climáticas por uma corporação. A metodologia utilizada no trabalho refere-se a um estudo de caso múltiplo, envolvendo duas multinacionais do setor de alumínio (MNC-A e MNC-B), tendo em vista suas subsidiárias no Canadá (MNC-ACan) e no Brasil (MNC-BBra). As respostas estratégicas dessas corporações às mudanças climáticas foram analisadas e descritas a partir da técnica de combinação de padrão, sendo posteriormente comparadas através da técnica de síntese cruzada dos casos. O estudo constata que as mudanças climáticas ainda constituem uma questão incerta e conflitante no que tange a atuação de empresas e governos. O ambiente regulatório se mostra como um driver em potencial, comprometido por indefinições políticas a nível internacional e, principalmente, nacional, permitindo, assim, uma atuação altamente discricionária por parte das empresas. Nesse contexto de ausência de normas claras e compulsórias, o ambiente mercadológico predomina, priorizando-se o atendimento a requisitos competitivos, como custos e melhorias na eficiência.
Abstract: Climate change as a global issue in its causes and consequences require international cooperation and leadership. In this context, multinational corporations play a special role as they operate globally and deal with various issues, actors and institutional contexts. The greatest climate challenge for companies refers to the ability to reduce costs and risks related to their business, what can be achieved through the development of a broad and clear strategy able to face the transition to a low carbon market and gather new and unique opportunities. Thus, this work aims to identify and compare the strategic responses to global climate change of two multinational corporations in the aluminum industry taking into account their subsidiaries, one located in Canada and the other in Brazil. Hence, we developed a conceptual framework addressing the main drivers (establishment and development of regulations, competitive requirements and public perception) and steps (business exposure to carbon, taking action – market strategies, and influencing the policy development process – political strategies) involved in the building process of climate strategies by a corporation. The methodology used in this paper refers to a multiple case study involving two corporations in the aluminum industry (MNC-A e MNC-B) taking into account their subsidiaries in Canada (MNC-ACan) and Brazil (MNC-BBra). The strategic responses to climate change of these corporations were analyzed and described using the pattern matching technique and subsequently compared using the cross-case syntheses technique. The study concludes that climate change is still an uncertain and conflicting issue regarding the performance of companies and governments. The regulatory environment appears as a potential driver, compromised by political uncertainties at international and mainly national levels, hence allowing highly discretionary actions by companies. In this context of lacking clear and enforceable standards, the market environment predominates, favoring the compliance with competitive requisites, such as cost and efficiency improvement.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15078
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_ltcunha.pdf1,13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.