Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15065
Title in Portuguese: Relação entre desempenho ambiental e desempenho econômico de empresas no Brasil e na Espanha
Author: Alves, José Flávio Vasconcelos
Advisor(s): Mendes, Márcia Martins
Keywords: Sustentabilidade
Empresas - Brasil - Espanha
Contabilidade
Issue Date: 2012
Citation: ALVES, José Flávio Vasconcelos. Relação entre desempenho ambiental e desempenho econômico de empresas no Brasil e na Espanha. 2012. 106 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Mestrado Acadêmico em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2012.
Abstract in Portuguese: Os danos causados ao meio ambiente atingem diretamente a qualidade de vida das pessoas e elas passam a exigir das organizações atividades que incluam a preservação, a prevenção e a recuperação do meio em que vivem. As empresas que sinalizam um comportamento ambientalmente correto são recompensadas com benefícios econômicos e podem permanecer no mercado porque são legitimadas, ou seja, possuem o aval da sociedade para funcionar. Para obter a legitimidade, a empresa que adota e sinaliza boas práticas ambientais, tem que efetuar investimentos, que podem variar de empresa para empresa. Com base na Teoria da Sinalização e na Teoria da Legitimidade, o presente estudo tem como foco as empresas do Brasil e da Espanha, considerados países que mais publicam relatórios ambientais de sustentabilidade. Este trabalho tem o objetivo de investigar a relação entre o desempenho econômico e o desempenho ambiental das empresas no Brasil e na Espanha. Verifica-se também a correspondência entre o desempenho ambiental e o nível de impacto ambiental das empresas brasileiras e espanholas do setor secundário. Para este mister, realizou-se uma pesquisa descritiva, de natureza quantitativa, utilizando-se os procedimentos bibliográfico e documental. A amostra foi composta de 25 empresas espanholas de capital aberto e de 41 empresas brasileiras de capital aberto no ano de 2010 e 39 empresas brasileiras de capital aberto no ano de 2009, listadas no rol de empresas que publicaram relatórios de sustentabilidade de acordo com o modelo G3 da GRI do ano de 2010. As informações do desempenho ambiental foram coletadas nos relatórios GRI das empresas de 2009 e 2010, através do indicador do total de investimentos ambientais (EN 30), enquanto as informações referentes ao desempenho econômico foram extraídas das demonstrações contábeis das empresas dos anos de 2009 e 2010, elaboradas segundo o padrão das normas internacionais de contabilidade (IFRS). Os testes estatísticos elaborados envolveram o teste de Correlação de Spearman e a Análise de correspondência (ANACOR). Os resultados sugerem que há uma correlação moderada positiva entre o ROA e o indicador de investimento ambiental (EN30/ativo) nas empresas do Brasil. Na Espanha, a correlação apresentou-se forte negativa entre o ROA e o indicador ambiental. Levando em conta o atributo da defasagem temporal, a relação positiva entre o ROA e o investimento ambiental foi confirmada no Brasil, enquanto na Espanha a relação se mostrou nula com os indicadores econômicos, mas mostrou-se forte negativa com as variáveis primárias.. Os resultados encontrados na análise de correspondência entre o nível de impacto ambiental das atividades das empresas e o nível de desempenho ambiental, sugerem que as empresas com alto impacto ambiental possuem um médio desempenho ambiental nos dois países em conjunto.
Abstract: The damage caused to the environment affect directly the quality of life of people and this will demand of organizations, activities that include the preservation, prevention and recovery of the environment in which they live. Companies that signal an environmentally correct behavior is rewarded with economic benefits and can remain on the market because they are legitimate, or have the endorsement of society to function. For the legitimacy, the company that adopts and signals good environmental practices, have to make investments, which may vary from company to company. Based on the Signaling Theory and the Theory of Legitimacy, this study focuses on companies in Spain and Brazil, considered countries that are published reports of environmental sustainability. This work aims to investigate the relationship between economic performance and environmental performance of companies in Brazil and Spain. And also, the correspondence between the level of environmental performance and environmental impact of the Brazilian and Spanish in the secondary sector. For this task, we carried out a descriptive, quantitative, utilizing the bibliographic and documentary procedures. The sample consisted of 25 Spanish publicly traded companies and 41 publicly traded Brazilian companies in the year of 2010 and 39 publicly traded Brazilian companies in the year of 2009, listed in the list of companies that publish sustainability reports in accordance with the GRI G3 standard model in the year of 2010. The information was collected from the environmental performance of companies in GRI reports 2009 and 2010, by the total environmental investments (EN 30), while the information on the economic performance were extract by financial statements of companies in the years 2009 and 2010 , prepared according to the pattern of international accounting standards (IFRS). Statistical tests involving elaborate Spearman correlation tests and the analysis of correspondence (ANACOR). The results suggest that there is a moderate positive correlation between ROA and environmental investment indicator (EN30/assets) in companies in Brazil. In Spain, there is a strong negative correlation between ROA and environmental investment indicator. Taking into account the attribute of the lag, the positive relationship between the performance was confirmed in Brazil, while in Spain show a null correlation between economic indicators, and a negative correlation with primaries variables. The results of the correspondence analysis between the level of environmental impact of corporate activities and level of environmental performance, suggest that companies with high environmental impact have an average environmental performance analyzing the two countries together.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15065
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_jfvalves.pdf760,94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.