Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13029
Title in Portuguese: Elementos para uma reflexão sobre a violência na escola: Freud, Kant, Adorno
Title: Elements for a reflection on violence in school: Kant, Freud, Adorno
Author: Almeida, Ronaldo de Sousa
Advisor(s): Arrais Neto, Enéas de Araújo
Keywords: School education
Human formation
Violência na escola – Fortaleza (CE)
Adolescentes e violência – Fortaleza (CE)
Jovens e violência – Fortaleza (CE)
Ambiente escolar – Fortaleza (CE)
Educação moral – Fortaleza (CE)
Issue Date: 2015
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: ALMEIDA, Ronaldo de Sousa. Elementos para uma reflexão sobre a violência na escola: Freud, Kant, Adorno. 2015. 151f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2015.
Abstract in Portuguese: O trabalho tem como questão de pesquisa a violência na escola envolvendo jovens e adolescentes do Ensino Médio, cuja intervenção empírica ocorreu em oito escolas públicas estaduais de Fortaleza. Para desenvolver tal questão partimos do pressuposto de que, embora o homem tenha, na sua essência genérica, um viés para a violência, esta pode ser sublimada, evitada e/ou superada, principalmente no âmbito escolar que se configura como uma mediação central para a formação do homem, sem excluir, é claro, outras instituições como a família, as organizações sociais, a religião, o Estado, etc. Para a nossa fundamentação, remetemos como fio teórico condutor elementos de análises postulados por Freud, Kant e Adorno. A partir de Freud destacamos o caráter da natureza das pulsões humanas, (sobretudo em seus aspectos negativos) e seu respectivo confronto com a cultura/civilização como um dos fatores que desencadeiam processos violentos, porém tais impulsos, para Freud, podem ser controlados se as crianças forem ensinadas a enfrentar a civilização tornado-se um ser moral e social. Em Kant, ressaltamos o imprescindível papel da educação para a formação da consciência moral e autônoma. Segundo Kant, o homem tem uma disposição natural para a animalidade, sociabilidade e moralidade; a educação disciplinar e moral no sentido da orientação às crianças e aos jovens é uma mediação essencial para o esclarecimento e autonomia do homem, tirando-o da sua natureza selvagem. Corroborando com Adorno, seguimos o fio condutor dessa análise, destacando a educação esclarecida e autônoma como mediação necessária para evitar e/ou superar a violência, principalmente aquela na forma da barbárie. O estudo de caráter qualitativo, mergulha no universo de oito escolas públicas estaduais de Ensino Médio para descortinar as relações entre os segmentos escolares e saber quais os principais motivos das violências praticadas nas escolas pesquisadas e quais ações são adotadas nessas escolas para trabalhar a questão. A partir dos nossos achados propomos a institucionalização de espaços concretos de discussão sobre a temática para prevenir, esclarecer e dar encaminhamento à ações formativas. Defendemos ainda que o caminho para buscar e garantir a paz passa pela minimização e/ou eliminação das condições que possibilitam as violências e a principal estratégia para a educação (e, sobretudo, para a escola) é instituir um tempo pedagógico para promover debates e diálogos críticos e reflexivos permanentes, não somente como meios para esclarecer, prevenir e superar atos violentos praticados por adolescentes e jovens, mas, acima de tudo, nos parâmetros advogados por Kant e Adorno, proporcionar-lhes uma formação realmente humana: livre, esclarecida e autônoma. Essa formação certamente evita a exteriorização dos impulsos humanos negativos, principalmente em relação à violência.
Abstract: The thesis aims to outline the issue of school violence involving youth and adolescents of high school, whose field research took place in eight elementary public schools in Fortaleza. To develop such question, we assume that, although man has, in its generic essence, a bias for violence, this can be sublimated, avoided and / or surpassed, especially in the school setting, which is configured as a central mediation for the formation of man, without excluding, of course, other institutions such as family, social organizations, religion, the State etc. For our reasoning, we refer to theoretical analyzes guiding elements postulated by Freud, Kant and Adorno. From Freud, we emphasize the character of the nature of human instincts (especially in its negative aspects) and its respective comparison with the culture / civilization as one of the factors that trigger violent processes. In Kant, we emphasize the vital role of education in the formation of moral and autonomous consciousness. According to Kant, man has a natural disposition to animality, sociability and morality; disciplinary and moral education in the sense of the orientation to children and young people is an essential mediation for clarification and autonomy of man, taking it out of its wild nature. Corroborating Adorno, we follow the guiding thread of this analysis, highlighting the independent and enlightened education as a necessary mediation to prevent and / or overcome violence, especially that in the form of barbarism. The qualitative study also delves into the universe of eight elementary public high schools to uncover the relationships between the school segments and know what are the main reasons for the violence practiced in the schools surveyed and what actions are taken in these schools to work the issue. From our findings, we propose the institutionalization of concrete spaces of discussion on the subject to prevent, clarify and give referrals to training actions. We defend that the way to seek and ensure peace passes by minimizing and / or eliminating the conditions that enable violences, and the main strategy for education and, above all, to school, is to establish a teaching time for engaging in permanent critical and reflexive discussion, not only as a means to clarify, prevent and overcome violent acts committed by young people, but, above all, according with Kant and Adorno, provide them with a truly human development: free, enlightened and autonomous. This training certainly avoids the externalization of negative human impulses, especially in relation to violence.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13029
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tese_rsalmeida.pdf676,66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.