Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10777
Title in Portuguese: Influência do processamento em ultrassom no licopeno e vitamina E e B
Title: Influence of processing using ultrasound in lycopene, vitamin E and B
Author: Oliveira, Valéria Santos de
Advisor(s): Fernandes, Fabiano André Narciso
Keywords: Engenharia química
Ultrassom
Vitamina E
Issue Date: 2-Feb-2014
Citation: OLIVEIRA, V. S. Influência do processamento em ultrassom no licopeno e vitamina E e B. 2014. 88 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química)-Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
Abstract in Portuguese: Recentemente novas tecnologias têm sido desenvolvidas para a indústria de alimentos a fim de que o processo seja seguro e com o foco na manutenção das suas propriedades nutricionais. Assim a tecnologia ultrassônica tem sido aplicada como alternativa nos processos tecnológicos, pois diversos estudos têm demonstrado que esta técnica apresenta vantagens sobre o produto processado como biodisponibilidade, emulsificação de sucos, auxiliares de secagem, entre outras. Desta maneira, o objetivo deste trabalho foi o estudo do efeito do ultrassom sobre licopeno, vitamina E e algumas vitaminas do complexo B (Tiamina, Niacina e Ácido pantotênico) nestes nutrientes puros como também em matrizes orgânicas como tomate (licopeno) e Abacate (Vitamina E) submetidos a ação de um sonificador de ponteira em temperaturas controladas de 23, 40 e 60°C e em potências variando de 100 a 500W. Foi observado que quando se estudou o licopeno e as vitaminas puras, não houve variação alguma de perda desses nutrientes em todas as potências estudadas, já quando se partiu para o estudo nas matrizes orgânicas (frutos), no tomate, foi notado que em potências menores (100 a 300 W) uma decomposição brusca em alguns tempos estudados. A degradação do licopeno através de efeitos indiretos pode ser atribuído, tais como o ataque de vitamina C ou a perda do efeito de enzimas de proteção de fruta, que podem ser inativados pela aplicação de ultrassom. Já quando analisamos no abacate é notado que nos primeiros minutos há degradação na vitamina E dispersa no meio, como também após 30 minutos há uma liberação deste nutriente (aquela ainda ligada à estrutura do abacate) maior do que a taxa de degradação inicial. Quando se aumentou a temperatura do sistema verificou-se a liberação do componente estudado ainda mais rápido, tornando esta vitamina disponível, porém concluiu-se que a tecnologia ultrassônica em si não possuiu influência na degradação da vitamina estudada. No caso das vitaminas do complexo B o processo de sonificação não comprometeu as vitaminas estudadas em perdas superiores a 30%, bem como a amostra controle de cada não apresentou perdas desses nutrientes em todas as condições estudadas, porém o que observamos no conjunto das vitaminas analisadas é que a degradação que ocorreu veio por conta do aumento de temperatura introduzido ao meio e pouco pela influência ultrassônica.
Abstract: Recently, new technologies have been developed by the food industry to ensure process safeness, focusing on the maintenance of their nutritional properties. In this context, the ultrasonic technology has been applied as an alternative in technological processes, since several studies have shown that this technique has a few advantages over the processed product. Thus, the aim of this work was to study the effect of ultrasound on the antioxidant activity of lycopene, vitamin E and some B-vitamins (Thiamin, Niacin and Pantothenic Acid), both in the pure nutrients and in organic matrices, such as tomato (lycopene) and avocado (Vitamin E). They were subjected to the action of a probe sonicator under controlled temperatures of 23, 40 and 60 °C and powers ranging from 100 to 500W. It was observed that when we studied lycopene and vitamins in theirpure forms, some loss of these nutrients were observed for all the studied powers. However, different results were obtained when we studiedthem in organic matrices (fruits). In tomatoes, itwas noted that at lower powers (100 to 300W) there was an abrupt breakdown at some time points. Lycopene degradation through indirect effects can be assigned such as the attack of vitamin C or the loss of the protective effect of the enzymes present in the fruit, which can be inactivated by ultrasound employment. When we analyzed avocado, it was noted that there was a degradation of the vitamin E dispersed in the mediumin the first minutes, as well as after 30 minutes there is a release of this nutrient (which is still connected to the avocado structure). When the systemtemperature increased, there was aneven faster release of the studied component, making this vitamin available. However, it was found that ultrasonic technology it self does not present any influences on the degradation of vitamin studied. In the case of vitamin B complex, the process of sonication did not compromised the vitamins studied in greater values than 30 % of loss, as well as the control sample showed no loss of any of these nutrients in all the conditions studied. However, it was observed, in all the vitamins analyzed, the degradations occurred mostly due to the increase in the temperature introduced in the medium and least by ultrasonic influence.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10777
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DEQ - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_vsoliveira.pdf1,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.